Conheça a Peak, marca chinesa que patrocina o Time Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Depois da Olimpíada do Rio, em 2016, o Comitê Olímpico Brasileiro fechou, no ano seguinte, um contrato de patrocínio com a empresa de material esportivo "Quanzhou Peak Shoes", mais conhecia apenas como "Peak". A marca, que chegou para substituir a Nike (vestiu o Time Brasil entre 2012 e 2016), despertou a curiosidade de muitos torcedores nesta edição dos Jogos. A seguir, conheça um pouco mais sobre a Peak e sua parceria com o COB.

> Relembre as 34 medalhas de ouro do Brasil em Jogos Olímpicos

O contrato firmado entre o COB e a Peak é válido até o fim de 2024. Dessa forma, a marca chinesa vestiu o Time Brasil em quatro Jogos Olímpicos. Fora a Olimpíada deste ano, a patrocinadora esteve presente nos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang, em 2018, Jogos Olímpicos da Juventude de Buenos Aires, no mesmo ano, e Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude de Lausanne, em 2020.

Ademais, a Peak ainda vestiu o Time Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Lima, em 2019, e nos Jogos Sul-Americanos de Cochabamba, que aconteceram em 2018.

Hugo Calderano Gustavo Tsuboi ouro
Hugo Calderano Gustavo Tsuboi ouro

Hugo Calderano e Gustavo Tsuboi, com o casaco da Peak, nos Jogos Pan-Americanos de Lima, em 2019 (Foto: Alexandre Loureiro/COB)

Conforme informou o blog "Olhar Olímpico", do UOL, o dado financeiro anual do COB, divulgado em 2018, mostrou que o Comitê não iria receber nenhum centavo da Peak, pelo menos até o fim de 2020.

Ainda segundo o blog, o contrato para o ciclo foi fechado em R$ 7,877 milhões e estipulava um pagamento na forme de "value in kind". Isto quer dizer que a marca chinesa entregou uniformes, que custaram o equivalente a R$ 7,8 milhões, e o Time Brasil os usou até o fim de 2020.

Vale ressaltar que o contrato com o COB prevê a obrigatoriedade do uso das roupas da Peak na Vila Olímpica, em viagens, nos pódios, e, também, nas cerimônias. Dessa forma, durante os jogos em si, é possível usar outros patrocinadores. Por exemplo, o time de futebol é patrocinado pela Nike e o time de vôlei é patrocinado pela Asics.

Brasil x Alemanha - Jogos Olímpicos - Daniel Alves
Brasil x Alemanha - Jogos Olímpicos - Daniel Alves

O time de futebol compete com a camisa da Nike (Foto: DANIEL LEAL-OLIVAS / AFP)

Por outro lado, 24 atletas de sete modalidades diferentes utilizam os uniformes da marca chinesa enquanto estão em competição. Isso acontece no boxe, na canoagem, no levantamento de peso, no pentatlo, no remo, no tênis de mesa e no tiro com arco.

Hebert Conceição
Hebert Conceição

O boxe compete com a camisa da Peak (Foto: Reprodução/SPORTV)

SOBRE A PEAK

A "Peak Sport" se estabeleceu em 1989 e já tem uma rede de distribuição de quase oito mil pontos de venda em mais de 110 países. Segundo o site oficial, a Peak se mostrou como uma das marcas de calçados e roupas de crescimento mais rápidas do mundo. Ainda de acordo com o site, isso aconteceu por causa do "design, qualidade e tecnologias patenteadas".

Ainda vale destacar que a Peak fornece calçados, roupas e assessórios, tanto para as Olimpíadas de verão quanto de inverno. Por fim, o site oficial da marca informa que a cultura da "Peak Sport" é inspirada no lema "Mais rápido, mais forte, mais alto" dos Jogos Olímpicos.

VEJA O QUADRO DE MEDALHAS DA OLIMPÍADA DE TÓQUIO

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos