Conheça o único obstáculo intransponível para Messi

"Nós não esperávamos perder dessa forma. Foi preciso jogar em La Paz", declarou Lionel Messi em 2009, quando a Argentina perdeu por 6 a 1 para a Bolivia, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do ano seguinte.

Acostumado a conseguir coisas impossíveis, a quebrar recoredes, a altitude parece ser, de acordo com o jornal Sport, o único obstáculo instransponível para a estrela da Albiceleste e do Barcelona. Messi não pode jogar este tipo de jogos. Ele sofre.

No confronto em que sua seleção foi goleada, o argentino vomitou no intervalo, incapaz de se adaptar à situação geográfica da cidade, localizada a 3.625 metros acima do nível do mar.

Messi Argentina Bolivia Copa America 15062016

(Foto: Getty Images)

VEJA TAMBÉM:
Felipão compara Renato Gaúcho e CR7 | Todos os gols de Ney pelo Brasil | Ceni avalia SP em clássicos

O saldo da La Pulga em tais duelos ressaltam a dificuldade. Messi tem dois empates e três derrotas por lá. O pesadelo do camisa 10 começou em 2007, em Bogotá. Naquele dia, viu sua Argentina ser derrotada pela Colômbia. Bogotá é a terceira capital mais alta da América do Sul, atrás de La Paz e Quito.

A próxima reunião foi a derrota em La Paz e naquele mesmo ano, o selecionado argentino perdeu para o Equador em Quito, por 2 a 0. Algo semelhante aconteceu nos dois últimos jogos, com dois empates. Em 26 de maio de 2013, a Argentina voltou a visitar La Paz e voltou só com um ponto.

O mesmo resultado ocorreu em 11 de junho de 2013 no Equador. Novamente em La Paz, nesta terça-feira (28), ás 17h, Messi terá, que em território hostil, conseguir uma vitória e ajudar seu time, tão dependente dele, a garantir vaga no Mundial de 2018, na Rússia.