Conheça Léo Passos, camisa 10 do Verdão na Libertadores aos 17 anos

O aniversário do meia-atacante Léo Passos é só na segunda-feira, mas o presente ele recebeu com antecedência. Um dos destaques do sub-20 do Palmeiras, o jogador de 17 anos foi inscrito pelo clube na Copa Libertadores da América e usará a camisa 10 do Verdão, que pertence ao lesionado Moisés. O zagueiro Vitão, o meia Vitinho e o goleiro Vinicius Silvestre são as outras pratas da casa inscritas pelo Verdão no torneio.

“Ganhei um presente de aniversário antecipado, a convocação para a Libertadores. E foi o melhor que eu já ganhei na vida. Estava treinando na Academia de Futebol com o sub-20, e no final do treino o Cícero Souza (gerente de futebol) falou comigo. Fiquei surpreso, emocionado. Dava risada por tudo e não via a hora de contar para a minha família. Quando cheguei, a primeira coisa que fiz foi ligar para eles”, afirmou o jogador, autor de dois gols na Copa São Paulo de Futebol Júnior.

“Vestir a camisa 10 de um time tão grande como o Palmeiras, nem nos meus melhores sonhos imaginei essa oportunidade. Torço muito pela recuperação do Moisés e que ele volte bem, ainda melhor. Sei da história dessa camisa, de Ademir da Guia, que dispensa comentários pela história que ele construiu aqui”, completou.

Léo Passos chegou ao Palmeiras em 2013, vindo da Ponte Preta, e começou a se destacar já no ano seguinte, quando foi artilheiro da equipe no Campeonato Paulista sub-15 com 10 gols. Promovido ao sub-17, ele teve seu melhor ano em 2016, quando foi novamente o artilheiro do Verdão no Paulista da categoria, com 11 gols, vice-campeão do Mundial de Clubes sub-17 e da Taça BH. Promovido ao Sub-20, estreou com gol e disputou a Copinha aos 17 anos.

Leia mais:

Na véspera da estreia, Zé Roberto tira lições de vacilos de 2016

Eduardo Baptista esconde time em treino do Palmeiras na Argentina

Dracena quer Verdão “malandro” na estreia da Libertadores

O aproveitamento dos garotos alviverdes da base é fruto de um projeto de integração do Palmeiras, que visa facilitar o processo de transição ao Profissional. Durante os treinamentos na Academia de Futebol, por exemplo, os atletas das categorias mais jovens trabalham sempre no campo ao lado, no mesmo horário.

“Essa integração com a base é muito importante. Sempre que estamos treinando aqui, alguns jogadores são puxados para treinar junto com o Profissional. O clube está olhando cada vez mais para a base. A prova disso é a oportunidade que eles estão me dando”, finalizou.

O zagueiro Vitão disputa atualmente o Sul-Americano sub-17 com a Seleção Brasileira, na qual é capitão. Ele jogava pelo PSTC, de Cornélio Procópio-PR, quando foi aprovado em uma avaliação do Palmeiras, em 2015. Desde então, o zagueiro acumula diversas convocações para as Seleções de base e chegou a realizar a pré-temporada com o Profissional do Verdão – assim como Léo Passos. Aos 16 anos, Vitão já conseguiu uma vaga de titular da equipe Sub-20.