Conheça Beto Leão e Fernandinho, torcedores-símbolos de duas eras importantes do Bragantino

·5 minuto de leitura



O LANCE! dá sequência nesta quarta-feira (13) à série especial sobre o Red Bull Bragantino, clube que está entre os primeiros colocados do Campeonato Brasileiro e fará no dia 20 de novembro a final da Copa Sul-Americana contra o Athletico-PR, em Montevidéu (URU).

Neste último capítulo, conheça dois torcedores ilustres do Bragantino: Roberto Dias, o Beto Leão, que vestiu com a roupa da mascote do clube por mais de três décadas e um torcedor mirim querido pelos jogadores: Fernando Filho, de 12 anos, o 'Fernandinho Bragantino'. A reportagem encontrou-se com ambos, que representam duas gerações de aficionados pela equipe.

>> Capítulo 1 - Da 'dinastia Chedid' à Red Bull... Conheça o novo Bragantino, finalista da Copa Sul-Americana

>> Capitulo 2 - Jogadores da 'geração anos 90' do Bragantino relembram conquistas e histórias com Luxemburgo e Parreira


>> Capítulo 3 - Dos gloriosos anos 90 ao 'temor ' 'champanhe' por parceria: torcedores falam de seu amor pelo Bragantino

De 'saída' do hospital a escorregão no Pacaembu: as histórias de Beto Leão
Roberto Dias é aquele torcedor que podemos chamar de fanático. Apaixonado pelo Red Bull Bragantino, ele costuma dizer que tem três filhos: o Tiago, o Rafael e o clube de Bragança Paulista. No começo da década de 80, Beto via as mascotes das ligas nos Estados Unidos e resolveu vestir a roupa de um leão nos jogos do Bragantino.

- Tínhamos no basquete diversas mascotes. Isso foi no começo da década de 80, aquela festa toda, e aí veio a minha ideia de fazer isso como maneira de homenagear o clube que tanto gosto e que tanto amo. Comecei a ser mascote do Bragantino e fiz isso por muito tempo - contou ele, em papo com a reportagem.

> Detalhes da casa do Red Bull Bragantino: veja a estrutura do estádio Nabi Abi Chedid

> Confira imagens do projeto do novo centro de treinamento do Red Bull Bragantino

> Estrutura de ponta: saiba detalhes do CT que o Red Bull Bragantino utiliza

Nos mais de 30 anos representando o clube, Beto colecionou histórias. Uma delas aconteceu durante a partida entre Bragantino x Jabaquara, pela terceira divisão estadual. Ele estava hospitalizado, mas nem isso o impediu de assistir ao jogo no Nabi Abi Chedid

Beto leão
Beto leão

Beto Leão faz parte da história do Bragantino (Foto: Luciano Castilho)

- Uma vez ia ter um jogo aqui em Bragança entre Bragantino e Jabaquara, pela terceira divisão estadual. Eu estava hospitalizado porque estava com intoxicação e desidratação. Eu arranquei o soro, tirei as coisas, fugi do hospital, fui assistir ao jogo e depois voltei - relembrou.

Beto também passou por uma situação curiosa no Pacaembu, em uma partida entre Corinthians e Bragantino na temporada de 2010. Era a estreia de Ronaldo diante da torcida corintiana em São Paulo naquela temporada. No entanto, Beto levou um escorregão no meio do campo e foi 'zoado' por cerca de 25 mil corintianos no estádio.

- Uma outra história foi um Corinthians x Bragantino, no Pacaembu, no primeiro jogo do Ronaldo com a torcida do Corinthians em São Paulo, em 2010. E eu entrei de leão. Mas levei um escorregão, tomei uma vaia dos corintianos no Pacaembu. Foi engraçado, mas fiquei com muita vergonha, mesmo embaixo da fantasia - conta Beto.

Os anos foram passando e Beto Leão deixou de colocar a roupa característica, que hoje é utilizada para algumas ações sociais da torcida 'Fanáticos do Puleiro', como estregas de cestas básicas para a comunidade da cidade de Bragança Paulista.

Recepção aos jogadores e 'mini Arthur': o torcedor-mirim do Bragantino
Outro torcedor bastante conhecido em Bragança Paulista atende pelo nome de Fernando Carvalho Filho, mais conhecido como Fernandinho Bragantino. Aos 12 anos, o pequeno torcedor não perde um jogo da equipe no Nabi Abi Chedid, onde ele costuma recepcionar o ônibus dos jogadores.

Ao L!, Fernandinho falou sobre como nasceu seu amor pelo clube da cidade que, apesar de estar em um grande momento, ainda busca o apelo dos grandes do estado, times para os quais os garotos da idade de Fernandinho costumam torcer.

- Começou desde que eu nasci. Sou de Bragança e desde os meus cinco anos já vinha ao estádio. Na época, tínhamos sido campeões da Série C (2007) e eu lembro muito bem disso, estava com meu pai e um amigo no estádio. Foi um momento marcante para mim - contou Fernandinho.

Fernandinho - Bragantino
Fernandinho - Bragantino

Fernandinho, de 12 anos, é torcedor do Bragantino (Foto: Reprodução)

Em seu Instagram, Fernandinho costuma postar fotos e vídeos sobre o time do Red Bull Bragantino, conversando com jogadores e membros da diretoria. O garoto falou sobre a relação de amizade com o time.

- É muito legal, porque eu ver aquele jogador que está jogando e ele saber quem eu sou é sensacional. Todos são muito humildes, é um ambiente de família mesmo. Torço muito por eles e espero que a gente consiga esse troféu da Copa Sul-Americana - afirmou.

Essa relação fez com que ele fosse confundido até com o atacante Arthur, um dos principais jogadores do elenco do Red Bull Bragantino.


- Quando o Bragantino foi campeão da Série B de 2019, eu descolori o cabelo e estava quase do tamanho do Arthur. Fui entrar em campo com os jogadores e uma repórter achou que eu era o Arthur (risos).

Fernandinho espera agora poder comemorar mais títulos do Bragantino agora com a parceria com a Red Bull. O garoto está ansioso pela final da Copa Sul-Americana, dia 20 de novembro, contra o Athletico-PR, em Montevidéu, no Uruguai.

- Foi uma explosão, do nada ‘Red Bull Bragantino’. Com a chegada deles, já disputamos e estamos na final da Sul-Americana. Para mim foi uma surpresa e quero que dê tudo certo para sermos cada vez maiores e conseguirmos essa taça, que será importante para o time e para a cidade - finalizou.

Em busca de sua primeira conquista internacional, o Red Bull Bragantino contará com o apoio de duas gerações de torcedores, simbolizadas por Beto Leão e Fernandinho Bragantino.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos