Confiança mostra poder de reação e arranca virada sobre o Vitória

Futebol Latino
·2 minuto de leitura


Medindo forças pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, Vitória e Confiança entraram em campo na noite desta sexta-feira (4), no estádio Barradão, em Salvador.

Com o resultado de 3 a 2, o Dragão chegou 39 pontos, pulando para a 6ª colocação, diminuindo a distância para Juventude, hoje primeira equipe no G4, com 41, mas que ainda jogará na rodada. Já o Leão, com revés sofrido em casa, acabou estacionando na 14ª colocação com seus 32 pontos.

O jogo

Iniciando melhor o confronto, a equipe do Vitória tratou de ficar mais em seu campo de ataque até meados dos 10 minutos. Entretanto, mesmo com a pressão, poucos foram os lances que causaram perigo ao goleiro Jean.

Na sequência, a equipe da casa, continuando com o mesmo ritmo, finalmente encontrou seu tento. Aos 18 minutos, após cruzamento de Léo Morais, Léo Ceará, no meio dos zagueiros rivais, conseguiu fazer a cabeçada pro fundo das redes. 1 a 0.

Mas o Dragão na desanimou. Com isso, a partir dos 30 minutos, passou a pressionar mais, conseguindo até criar com Bruno Paraíba, mas a bola acabou indo para fora.

Na insistência, aos 38, finalmente os visitantes conseguiram igualar. Após pênalti marcado pelo árbitro em toque mão de Fernando Neto, Reis cobrou forte e fez. 1 a 1.

Já no segundo tempo, o Vitória, aos 7 minutos, já tratou de ficar novamente em vantagem. Outra vez ele, Léo Ceará, depois de boa assistência de Thiago Lopes, bateu com a bola passando por baixo de Jean. 2 a 1.

Com o tempo passando, os dois técnicos promoveram algumas trocas. Por parte do Confiança, Daniel priorizou o lado ofensivo, já pelo lado de Rodrigo Chagas, foi dar sangue novo ao seu time em campo, tirando em uma delas o artilheiro Léo Ceará para colocar Caicedo em seu lugar.

E as alterações surtiram mais efeito para o lado do Dragão. Aos 31 minutos, Rafael Vila, sem marcação, deixou tudo igual novamente, não dando tempo para comemorar, já que aos 33, Renan Gorne, após confusão na área, sobrando para o atacante, sem marcação, fazer 3 a 2.

Nos minutos finais com os acréscimos dados pela arbitragem, o Vitória bem que tentou ainda encontrar seu gol. Porém, mesmo com a insistência, o Confiança se fechou bem impedindo que o rival conseguisse ter espaço para finalizar, dando a deixa para o juiz encerrar o duelo em Salvador.