Confederação Asiática apoia reeleição de Infantino na Fifa

FRANCK FIFE

O presidente da FIFA, Gianni Infantino, que no próximo ano aspira a alcançar um terceiro mandato consecutivo, recebeu neste sábado o apoio da Confederação Asiática de Futebol (AFC), mais de sete meses antes do Congresso eletivo previsto para o início de 2023.

"A AFC e a família do futebol asiático comemoram a candidatura do presidente Infantino para sua reeleição e posso garantir hoje (sábado) que vamos seguir unidos em apoio a ele", disse o presidente da AFC, Shaikh Salman Bin Ebrahim Al Khalifa em Duchanbe (Tajiquistão) após uma reunião do executivo de sua organização.

O dirigente do Bahrein concorreu em 2016 contra Infantino, que mais tarde acabou sendo reeleito em 2019 como candidato único.

O ítalo-suíço de 52 anos, advogado de formação, anunciou no final de março que disputará a eleição para um terceiro e último mandato de quatro anos à frente da Fifa, que chegou em meio a uma tormenta devido a vários escândalos de corrupção, que precipitaram o fim da 'era Blatter'.

No momento não há nenhum concorrente convincente que pareça ser capaz de ameaçar uma nova reeleição de Infantino.

A AFC tem 47 países membros de um total de 211 afiliados da Fifa.

ah/lve/dr/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos