Condicionamento físico do elenco é desafio para família Díaz no Botafogo

LANCE!
·2 minuto de leitura


O Botafogo demonstrou uma pegada diferente no início do jogo contra o RB Bragantino, na noite da última segunda-feira, quando a comissão técnica recém-contratada pela diretoria do clube fez a sua estreia. Mas a intensidade da equipe no campo ofensivo, tanto ao atacar, quanto ao atrapalhar a saída de bola adversária, durou apenas os primeiros 45 minutos de partida. O cansaço custou caro ao Glorioso, que acabou derrotado por 2 a 1, de virada, em pleno Nilton Santos.

Emiliano Díaz, que comanda o time enquanto seu pai, Ramón Díaz, se recupera de uma cirurgia realizada no Paraguai, projetou a ideia que o treinador titular deseja implementar quando puder assumir o posto.

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

— Nos primeiros 35, 40 minutos criamos muitas situações de gol, e a maior parte da posse de bola foi nossa. A nossa ideia é manter isso. É manter essa intensidade por 70 minutos para podermos ser superiores ao rival. Consideramos que há um bom caminho — disse o auxiliar-técnico argentino após a derrota.

Apesar do momento difícil pelo qual passa o time no Brasileiro — está na penúltima colocação, afundado na zona de rebaixamento —, Emiliano demonstra ter paciência para colocar os jogadores no ritmo certo.

— É questão de trabalho. Sabemos que a parte física vai melhorar semana após semana. A mentalidade de Ramón é sempre ver as coisas por um lado positivo. O Botafogo está em uma situação delicada, e confiaram em Ramón neste momento difícil. Passou pelo momento mais difícil da sua vida e o clube mesmo assim confiou — disse o profissional, que emendou:

— Temos que sair rapidamente dessa situação, e é questão de tempo para isso acontecer. É questão de confiar. É um momento de estar todos juntos, as coisas vão mudar. Que todos tenham fé.

Como Ramón só deverá estar liberado na próxima semana, Emiliano comandará a equipe novamente no próximo domingo, às 18h15, quando o Botafogo receberá o Fortaleza no Nilton Santos, pela 22ª rodada do Brasileirão.