Concurso de Salto Internacional e Nacional na Sociedade Hípica Paulista dá a largada

LANCE!
·3 minuto de leitura


As primeiras das 19 provas do programa do Concurso de Salto Internacional e Nacional Indoor na Sociedade Hípica Paulista tiveram início nesta quarta-feira, no picadeiro coberto Jayme Loureiro Filho, com atletas representantes de vários Estados que competem em diferentes níveis técnicos, com obstáculos de 1,10m a 1,60m.

Um dos atletas mais animados com o Indoor da SHP é José Roberto Reynoso Fernandez Filho, tetracampeão - 2010/2017/2018/2019 – do GP World Cup Qualifier Troféu Jayme Loureiro Filho. O cavaleiro olímpico está animado em busca do penta.

- Tive a felicidade de conquistar três destes títulos consecutivos e participar do Indoor é sempre um desafio. O evento é uma referência e quero parabenizar o Romeu Ferreira Leite Jr (presidente da SHP) pela organização. Mais uma vez vou montar o Azrael W, cavalo que comprei com três anos de idade em um leilão e que já me deu três títulos brasileiros e muitos GPs. O Azrael W tem espírito de campeão e é o cavalo que mais venceu em uma única temporada - disse o atleta.

Principal atração do Concurso de Salto Internacional e Nacional (CSI-W 2*) e CSN4* Indoor SHP, o GP World Cup Qualifier acontece no domingo, 1/11, com duas voltas: a 1ª às 15h00 com obstáculos a 1,40m, e a 2ª e decisiva volta está prevista para às 19h00, com obstáculos a 1,60m. Distribuindo R$ 120 mil em premiação em prêmios, o GP é válido como qualificatória para a Final da World Cup 2020/2021 - entre 31/3 e 5/4 em Gotemburgo, Suécia, e a 4ª das nove etapas do ranking brasileiro Sênior Top.

Zé Roberto já é dono de um Troféu Perpétuo Jayme Loureiro pelo tri 2010/2017/2018 e também campeão em 2019 e agora quer levar para casa mais um Troféu Transitório Jayme Loureiro Filho. Se vencer três vezes coloca na prateleira mais um Troféu Perpétuo.

Romeu Loureiro Ferreira Leite Jr, ressalta que entre as diferenças do Indoor em relação a outros eventos do gênero é que ele acontece “dentro do maior picadeiro coberto do mundo para competições de Salto”. E para ressaltar este fato, a Sociedade Hípica Paulista está prestando uma homenagem a Jayme Loureiro Filho, presidente da SHP nos 40/50 e idealizador do picadeiro coberto, com uma exposição inédita do Centro de Memória SHP.

- A Sociedade Hípica Paulista é esteio da história do hipismo no Brasil e a criação de seu Centro de Memória vai permitir que a força ancestral do clube seja transmitida para a comunidade atual - destaca o escritor e historiador Jorge Caldeira, que começou a frequentar a Hípica ainda na infância.

Primeiro evento hípico aberto ao público desde março, o Indoor da SHP exigiu todo o cuidado na sua elaboração.

- Tivemos uma preocupação enorme com a realização deste evento e desde o início tomamos todos os cuidados para realizá-lo com segurança, observando todos os protocolos exigidos pelas autoridades. Normalmente cerca de 10 mil pessoas circulam em nosso clube, mas limitamos para um público máximo de duas mil - observou Romeu Loureiro Ferreira Leite Filho, presidente da Sociedade Hípica Paulista.