Compra de cerveja pelas Forças Armadas será investigada pelo MPF

Ana Paula Ramos
·1 minuto de leitura
Máquina promete ajudar qualquer pessoa produza sua cerveja em casa, de um jeito mais fácil e rápido (Pixabay)
Cerveja (Pixabay)

O Ministério Público Federal abriu investigação sobre a compra de cerveja pelo Ministério da Defesa, após o PSB entrar com uma representação sobre possíveis irregularidades em compras de cerveja e picanha feitas pela pasta, parte delas sem licitação.

O inquérito vai apurar “uso de recursos com ostentação e superfaturamento” e a “falta de zelo e responsabilidade com o dinheiro público” por parte das Forças Armadas.

Leia também:

No documento entregue à Procuradoria-Geral da República (PGR), deputados federais do PSB diz que pregões já homologados, considerando Exército e Marinha, somam 80.016 latas e garrafas de cerveja.

Segundo levantamento, as Forças Armadas teriam adquirido 1.008 latas de Bohemia Puro Malte de 350 ml pelo preço unitário de R$ 4,33, enquanto que nos supermercados a mesma cerveja foi encontrada pelo preço de R$ 2,59, o que caracterizaria um sobrepreço de 67%.