Companheiros de Thiago Mendes garantem entender filosofia de Ceni

Em entrevista coletiva concedida na última terça-feira, o volante Thiago Mendes admitiu que o elenco está com dificuldades para “entender o trabalho que ele (Rogério Ceni) está tentando implantar”. Nesta quarta, o meia Thomaz e o lateral direito Bruno divergiram do companheiro e afirmaram que o grupo assimila, sim, o que é proposto pelo treinador.

Na avaliação de Thiago Mendes, o plantel está demorando a se acostumar ao estilo ofensivo do novo treinador, diferente dos anteriores. As dificuldades cessarão a partir do momento em que a equipe se conscientizar que precisa ser mais segura defensivamente, segundo Thomaz.

“Acredito que todos os jogadores estão entendendo. Falta esse equilíbrio de ter mais posse de bola, chegar mais no gol adversário, mais cruzamentos, finalizações e escanteios, mas encontrar o equilíbrio para fazer gols e não tomar. São importantes esses números, mas tem de haver esse equilíbrio”, alertou o camisa 19, em entrevista coletiva.

Desde que começou a treinar o Tricolor, em 4 de janeiro deste ano, Rogério Ceni tenta armar um esquema capaz de se moldar ao adversário durante a partida. No começo da temporada, o treinador testou uma formação no 3-4-3, que logo foi descartada após a derrota por 4 a 2 para o Grêmio Osasco Audax, em 5 de fevereiro, na estreia do Campeonato Paulista.

Desde então, Ceni vem trabalhando no esquema 4-3-3, com o qual a equipe foi eliminada na quarta fase da Copa do Brasil e nas semifinais do Paulistão para Cruzeiro e Corinthians, respectivamente. Com o próximo compromisso marcado só para 11 de maio, o técnico tenta, na base dos treinos, fazer os ajustes necessários no time para o restante da temporada.

“O grupo vem assimilando muito bem o que o Rogério quer. Cada jogador sabe o que tem de fazer, o que deixou a desejar. Precisamos nos fortalecer, nos unir mais para, junto com o torcedor, iniciar o segundo semestre forte, lutar lá na frente, e conquistar nossos objetivos, que são os títulos”, afirmou Bruno, em entrevista ao canal Espn Brasil.

O dia 11 de maio está reservado para o duelo de volta contra o Defensa y Justicia-ARG, no Morumbi, pela primeira fase da Copa Sul-Americana – a partida de ida, em Lanús, terminou empatada sem gols. A estreia no Campeonato Brasileiro, por sua vez, está marcada para o dia 14, contra o Cruzeiro, no Mineirão.