Companheiro de equipe coloca em xeque retorno de McGregor ao MMA em 2017

Conor McGregor é o campeão dos pesos-leves (70 kg) do UFC - Diego Ribas

A possível luta entre Conor McGregor e Floyd Mayweather em um duelo de boxe vem movimentando os bastidores do mundo do esporte. Mas caso realmente saia do papel esse importante duelo, o que será do futuro do irlandês no MMA? Bem, ao que parece, as Artes Marciais Mistas ficariam em segundo plano realmente na vida do campeão dos leves (70 kg) do UFC.

Em entrevista à ‘ESPN’, Gunnar Nelson, amigo de longa data e companheiro de treinos de McGregor, comentou o tema. O islandês foi questionado sobre se o irlandês iria retornar ao Ultimate mesmo depois de ganhar tanto dinheiro como parece estar se discutindo para uma bolsa para essa luta com Mayweather.

“Isso iria depender de certas coisas. Dinheiro não é a única coisa que ele se importa, não mesmo. Ele se importa bastante com isso, mas se uma luta o deixa empolgado e ele acredita ser um grande desafio – se estiver fazendo história e todas essas coisas – ele fará”, afirmou Nelson.

O islandês também ressaltou a grande capacidade de Conor McGregor em conseguir fazer dinheiro com tudo o que se compromete. Sendo assim, depois da possível luta contra Mayweather, que deve acontecer no segundo semestre, o irlandês poderia ficar parado por até um ano.

“Ele ganha muito dinheiro e isso o mantém ocupado. Ele pode fazer muitas coisas. Acho que ele ficaria bem por um ano. Ele sempre tem algo sendo preparado. Agora, é a luta do Mayweather, que parece que acontecerá. Acho que ele se manterá ocupado de uma forma ou de outra”, garantiu.