Como Rodrigo Caio impediu suspensão do rival Jô em semifinal

Autor de mais um gol importante para o Corinthians, Jô por pouco não se ausentou do jogo da volta da semifinal do Campeonato Paulista. O centroavante chegou a receber um cartão amarelo, mas tudo mudou graças a um gesto de Rodrigo Caio.

Pendurado, com dois cartões amarelos acumulados, o camisa 7 do Timão foi punido por Luiz Flávio de Oliveira (SP) por um suposto pisão em Renan Ribeiro. Mas na verdade, quem havia atingido o goleiro foi o zagueiro do São Paulo. A arbitragem não detectou o fato imediatamente e acabou punindo o centroavante.

Contudo, Rodrigo Caio comunicou imediatamente a arbitragem o ocorrido. Questionado na saída de campo, o zagueiro deu uma declaração simples: "Fiz o que tinha que fazer".

Rodrigo Caio São Paulo River Plate Florida Cup 19012017


(Foto: Igor Castro/Divulgação Florida Cup)

Jô também teve a possibilidade de se pronunciar sobre o fato e demonstrou satisfação com o caso: "Estive no Bem, Amigos e a gente colocou isso em pauta, a honestidade. Ele foi um dos primeiros a fazer isso no futebol. Isso prova o caráter de um homem. Ele está de parabéns, é uma pessoa fantástica, sempre admirei o futebol dele e foi muito importante".

Por fim, Fábio Carille destacou a postura do jogador e se lembrou de que o técnico Tite, atualmente na Seleção Brasileira, sempre reforça a necessidade de não ser "malandro em campo":

"Que legal essa postura do Rodrigo Caio no futebol brasileiro. Lembro que o Tite cobrava tanto para não ser malandro, para não ser desonesto. O futebol precisa disso. Com malandragem, você vai só até ali, não vai adiante. No domingo, vou procurá-lo para dar um abraço nele", comentou o treinador.