Como Neymar se posicionou em onda de manifestações contra o racismo?

Goal.com

Os movimentos em protesto contra recentes atos racistas e de violência policial tomaram conta do mundo nos últimos dias. No futebol, como de costume, um dos nomes que mais gerou repercussão foi o de Neymar, que aderiu ao movimento, nesta terça-feira (2), através de uma publicação em sua conta do Instagram.

 

 

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Black lives matter 🖤 #blackouttuesday

Uma publicação compartilhada por ene10ta Érre 🇧🇷 👻 neymarjr (@neymarjr) em 2 de Jun, 2020 às 7:31 PDT

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Após os assassinatos de George Floyd, nos Estados Unidos, morto por um policial que ficou ajoelhado em seu pescoço por cerca de nove minutos, e de João Pedro, de 14 anos, morto após operação policial no Rio de Janeiro, diversos jogadores protestaram utilizando #BlackLivesMatter (vidas negras importam) em suas redes sociais, para mostrar solidariedade e apoio em relação às vítimas e alertar as pessoas sobre os brutais episódios que continuam acontecendo ao redor do mundo. 

Leia também:

Na Bundesliga, a principal liga a retornar na Europa, atletas de Borussia Dortmund, Borussia Mönchengladbach e Schalke 04 também protestaram ao longo das partidas do último final de semana.

Após o posicionamento de diversos jogadores, Neymar passou a ser criticado por não se pronunciar a respeito dos lamentáveis episódios, principalmente pelo peso que o craque do PSG tem no futebol e a influência que exerce em seus fãs.

Então, nesta terça-feira, o #BlackOutTuesday (terça-feira do apagão) também foi criado como protesto. O movimento consiste em publicar fotos completamente pretas através das redes sociais para conscientizar as pessoas ao redor do mundo e mostrar indignação com os recentes assassinatos.

A ação, claro, também contou com a adesão de diversas personalidades da música, do cinema e dos esportes em geral. E com a grande mobilização, o “apagão” também contou o apoio de Neymar.

O craque do PSG possui 139 milhões de seguidores em seu Instagram e, qualquer post do brasileiro atinge um número incrível de pessoas. Por isso, após as críticas, muitas personalidades apoiaram o jogador e o parabenizaram por ter se posicionado em prol do movimento antirracista que atualmente toma conta do mundo. 

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também