Como Matrix virou um símbolo para a extrema direita no mundo

Yahoo Vida e Estilo
Cena das pílulas em Matrix: símbolo de uma guerra política (reprodução)
Cena das pílulas em Matrix: símbolo de uma guerra política (reprodução)

A quarentena provocada pelo novo coronavírus virou uma questão política ao redor do mundo. Nas redes sociais, pessoas favoráveis ao retorno das atividades econômicas, identificadas com a direita no espectro político, têm usado cenas de Matrix para incentivar a volta ao trabalho. O uso desta referência cinematográfica tem irritado particularmente uma pessoa: Lilly Wachowski, roteirista e diretora dos três filmes da saga.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

O primeiro representante da direita a ser alvo da ira de Wachowski foi do Brasil. Em um post enigmático no Twitter, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, relembrou a cena em que Neo (Keanu Reeves) se depara com duas pílulas, oferecidas por Morpheus (Laurence Fishburne): uma vermelha, capaz de mostrar a realidade, e a azul, que levaria a pessoa de volta à "vida normal".

Leia também

"Está chegando a hora de decidir", escreveu Weintraub em 3 de maio de 2020 na legenda do vídeo. À época, o presidente Jair Bolsonaro insistia para que as pessoas voltassem ao trabalho, mesmo com o país chegando ao pico de casos de covid-19 (hoje já são quase 18 mil), atitude que segue se repetindo dias depois. Em resposta ao tuíte do ministro, a diretora escreveu em bom e claro inglês: "vai se f...".

Na semana passada, a cena voltou a se repetir com outros personagens e a mesma protagonista. Dois defensores da retomada da atividade econômica nos Estados Unidos - Elon Musk, CEO da Tesla e da SpaceX e Ivanka Trump, filha de Donald Trump - ignoraram as mais de 92 mil mortes no país provocadas pela pandemia e pediram que os seguidores "tomassem a pílula vermelha". Wachowski novamente veio à tona nos replies: "vão se f..., os dois".

A ligação de Matrix com a extrema-direita

Keanu Reeves (Photo credit should read TORU YAMANAKA/AFP via Getty Images)
Keanu Reeves (Photo credit should read TORU YAMANAKA/AFP via Getty Images)

Os filmes da saga não se tornaram um símbolo da direita somente agora com a pandemia. O estranho fenômeno que transformou Neo em um "herói anti-establishment" vem desde o início do século e pode ser explicado principalmente pelas ações e opiniões de usuários de fóruns anônimos da internet, como o 4Chan.

Como explica um artigo da Dazed Digital, muitos jovens brancos de classe média se identificam fortemente com o personagem de Keanu Reeves, um jovem desenvolvedor de software branco, bem-educado e sem traquejo social. Sentindo-se representados como poucas vezes no cinema, muitos deles passaram a tentar imitá-lo com passos tortos na internet.

Alguns viraram hackers. Outros, apoiando-se na liberdade de expressão, passaram a buscar as suas próprias "pílulas vermelhas" em fóruns - uma brecha para que a extrema direita trabalhasse com os seus ideais de supremacia branca, misoginia e homofobia. Não à toa em 2012 foi criada no Reddit a thread TheRedPill ("A pílula vermelha", em inglês), tida como antro da masculinidade tóxica pelo Guardian.

Estranhamente apossado pela política, Matrix virou um verbo. "Redpilling" hoje é o termo usado na deep web e nos fóruns para descrever o ato de converter pessoas para o lado político de Jair Bolsonaro e Donald Trump. A ideia é mostrar para adolescentes e jovens, geralmente brancos e do sexo masculino, que eles podem se livrar da "opressão do discurso de esquerda pró-minorias" e se tornar heróis disruptivos como Neo.

Com a guerra cultural posta, Lilly Wachowski não tem visto outra alternativa a não ser recorrer aos palavrões para mostrar que é contra o fim precoce do isolamento social e quanto ao uso, de forma geral, das cenas de Matrix como armas políticas pela extrema direita. Mas talvez a sua melhor resposta ainda esteja a caminho: a Warner Bros. já trabalha no produção do quatro filme da saga, prometido para julho de 2021. A diretora já está confirmada à frente do projeto.

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também