Como a Ligue 1 pode prejudicar PSG e Lyon na Champions League

Goal.com

Após um longo período de incertezas, as grande ligas da Europa estão, aos poucos, retornando. A única exceção ficou por conta da Ligue 1, que foi encerrada antecipadamente com o PSG declarado campeão. Mas essa decisão pode atrapalhar e muito a vida dos clubes franceses na Champions League. 

A primeira grande liga a voltar foi a Bundesliga, no dia 16 de maio. Desde então, cinco rodadas já foram realizadas. A próxima da fila é La Liga, que volta no próximo dia 11. Então, até o dia 17 de junho a Copa da Itália será concluída, para que a Serie A possa retornar na sequência. Dia 17 também é a data que marca o retorno da Premier League.

Com isso, a próxima competição que planeja seu retorno é a Champions League. O PSG segue buscando o título inédito com a dupla Neymar e Mbappé no comando. Já classificado para as quartas de final e apresentando um bom futebol até a paralisação do torneio, o clube era um dos favoritos a conquistar a tão sonhada “orelhuda”. O fraco desempenho de outros clubes considerados favoritos ao título nas oitavas de final aumentavam ainda mais a esperança do torcedor do Paris. Mas a situação pode mudar drasticamente. 

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Isso porque com o retorno das ligas nacionais, os clubes estarão jogando e ganhando mais ritmo de jogo a cada rodada, enquanto o PSG estará parado, apenas treinando. Sem ritmo de jogo, as chances do clube diminuem drasticamente contra qualquer adversário. A situação pode ficar ainda mais complicada caso a Champions League adote partidas únicas para a sequência do torneio.

Voltar de uma paralisação de mais de três meses para jogar apenas um jogo, que determinará o futuro da competição, e contra um adversário que já está jogando há algum tempo, não será nada fácil. Sem a Ligue 1 no restante da temporada, o sonho de conquistar a Liga dos Campeões certamente fica mais distante.

O mesmo vale para o Lyon. É claro que a equipe não está entre os favoritos para ser campeão, mas se classificar para as quartas de final e ter a chance de chegar entre os quatro melhores da Europa já seria algo grandioso. 

Nas oitavas o adversário é a poderosa Juventus de Cristiano Ronaldo, mas no jogo de ida, o Lyon venceu por 1 a 0 contrariando as expectativas. A partida de volta seria extremamente difícil em qualquer cenário, porém, com a Juventus jogando a cada semana e o Lyon parado e sem ritmo de jogo, a missão fica quase impossível. Até por isso o clube é um dos mais interessados e engajados em tentar reverter a decisão que deu fim à liga francesa.

Quando a Champions League retornar, o bom e velho jargão do futebol de que “jogo é jogo e treino é treino” estará mais vivo do que nunca.

Leia também