Como lidar? Botafogo tem média regular de chances criadas, mas é um dos piores ataques do Brasileirão

Sergio Santana
·1 minuto de leitura


O Botafogo tem sofrido para colocar a bola no fundo das redes neste Campeonato Brasileiro. Quarto pior ataque da competição - 23 gols marcados em 25 partidas disputadas -, o Alvinegro tem praticamente o dobro de chances reais criadas em relação ao número de tentos. A relação, desta forma, mostra um desequilíbrio na definição no último terço.

VEJA A TABELA DO BRASILEIRÃO

Os números são da plataforma "SofaScore". Se é um dos piores no sentido de fazer gols, o Botafogo é regular quando o assunto é criar chances: o clube de General Severiano teve 45 oportunidades reais de balançar as redes durante o Campeonato Brasileiro.

Neste sentido, partindo do princípio que todos os gols nasceram de oportunidades que entram no quesito citado, o Glorioso aproveitou apenas 57,7% das chances reais que criou durante o Campeonato Brasileiro.

A relação é possível de ser enxergada: o Botafogo chega no terço final dos adversários - cruzamentos vindos das laterais do campo e jogadas de velocidade são as principais armas da equipe -, mas tem uma alarmante dificuldade de finalizar as jogadas.

O número da relação dos poucos gols feitos pelas oportunidades criadas fica ainda mais compreensível porque o Botafogo é o terceiro time do Campeonato Brasileiro com mais grandes chances claras desperdiçadas até aqui: 28 ao todo, empatado com São Paulo, líder da competição, Bahia, Ceará e Athletico Paranaense.

Na última colocação, o Alvinegro não pode se dar ao luxo de estar no topo das equipes que mais desperdiçaram chances claras durante o Campeonato Brasileiro. Com 20 pontos e a oito de sair da zona de rebaixamento, qualquer mínima chance precisa ser aproveitada.