Como foi a carreira de Adriano Gabiru após ser herói do Inter no Mundial?

Goal.com

O futebol, como já dizia o poeta, é cheio de surpresas. Quando o Internacional entrou no gramado do Estádio de Yokohama, no Japão, ao lado do poderoso Barcelona, em 2006, poucos imaginavam que o Colorado sairia com o título. E menos pessoas ainda acreditavam que o gol seria marcado pelo tão questionado Adriano Gabiru. Mas a história conta que foi assim que os fatos de desenrolaram. Hoje, Gabiru é lembrado como o autor do gol mais importante da história do Internacional.

A partir daquele dia, o Inter pode ostentar o título de campeão mundial graças ao franzino jogador que poucos acreditavam. Acontece, porém, que sua história após esse marcante episódio não foi muito feliz no Colorado.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Ele já tinha passado pelo CSA, Olympique de Marselha, Athletico Paranaense, Cruzeiro e outros quando chegou ao time gaúcho, no começo de 2006. Um ano depois, já com o heroico gol marcado, Gabiru foi emprestado ao Figueirense, depois ao Sport Recife, até ser vendido para o Goiás, em 2008.

O período após sua passagem pelo Inter não reservou muitas alegrias a Gabiru, pelo menos dentro de campo, já que fora dele, seu carisma e amizade com vários boleiros renderam-lhe um tipo de personagem caricato, divertido e cervejeiro. Destaca-se, em especial, a amizade de longa data entre ele e o folclórico Perdigão.

perdigao_gabiru
perdigao_gabiru
Gabiru e Perdigão (Reprodução/Instagram)

Depois do fim de sua passagem pelo Goiás, Gabiru atuou em time de menor expressão do Brasil, como o Corinthians do Paraná, o Mixto e o Guarani Bagé.

Gabiru morto?

Em 26 de setembro de 2016, já com 39 anos, Gabiru vivenciou um dos episódios mais bizarros da sua vida: foi anunciado que ele teria morrido em um acidente de carro. Tudo era mentira. De acordo com o Globo Esporte, um comunicado na internet supostamente atribuído à Sociedade Esportiva e Recreativa Panambi, time que defendeu em 2015, informava a "morte" do atleta.

Adriano não gostou da veiculação dessa informação falsa e classificou o episódio como uma "brincadeira chata".

"Mas que brincadeira chata, estou vivo. Os caras querem me matar logo, só pode ser algum sonho. Alguém armou alguma brincadeira ou palhaçada. Se eu morri, meu corpo apareceu lá?", questionou o alagoano.

Gabiru se aposentou do futebol em 2017, cerca de um ano depois das mentiras a respeito de sua morte. Ele atuava pelo Tupy Futebol Clube, de Crissiumal (RS) e disputou a divisão de acesso do Gauchão como último torneio profissional de sua curiosa carreira.

Títulos

Em seus 20 anos de carreira, Gabiru conquistou nove títulos:

- Campeonato Alagoano (1997)

- Campeonato Paranaense (1998, 2000, 2001 e 2002)

- Brasileirão (2001)

- Pré-Olímpico Sul-Americano (2000)

- Libertadores da América (2006)

- Mundial de Clubes (2006)

Leia também