Como campeão olímpico Usain Bolt perdeu R$ 65 milhões

Usain Bolt
Usain Bolt

O campeão olímpico Usain Bolt, um dos maiores nomes do atletismo de todos os tempos, viu grande parte de sua fortuna desaparecer.

Ele está tentando recuperar mais de US$ 12,7 milhões (cerca de R$ 66,2 milhões) que estavam em uma conta na empresa de investimentos Stocks and Securities Limited (SSL), com sede em Kingston, capital da Jamaica.

De acordo com seu advogado, ele teria sido vítima de uma suposta fraude por parte da empresa.

O caso chegou à Comissão de Serviços Financeiros da Jamaica (FSC), que colocou a SSL sob investigação.

O atleta jamaicano aposentado, de 36 anos, investiu nessa empresa por mais de uma década.

"Vamos levar esse assunto aos tribunais se não devolverem os fundos", alertou o advogado Linton Gordon.

"É uma grande decepção e esperamos que o assunto seja resolvido de maneira que Bolt recupere seu dinheiro e possa viver em paz."

O ministro da Economia jamaicano, Nigel Clarke, acusou a SSL de supostamente cometer uma "fraude alarmante e perversa" e disse que as autoridades "levariam todos os perpetradores à justiça".

'Discrepâncias'

O empresário de Bolt, Nugent Walker, revelou o caso ao jornal Jamaica Gleaner, explicando que o oito vezes campeão olímpico notou "discrepâncias" em suas demonstrações financeiras.

O ex-atleta foi informado na semana passada que o saldo de sua conta na SSL havia diminuído inexplicavelmente para apenas US$ 12 mil, disse seu advogado à agência de notícias Reuters.

Usain Bolt com medalha de ouro
Usain Bolt ganhou oito ouros em Jogos Olímpicos

A FSC afirmou que estava "ciente dos relatos de denúncias de fraude" e que um processo de revisão permitiria ver a movimentação de fundos e valores mobiliários que entram e saem da SSL.

"A FSC continuará simultaneamente suas investigações sobre questões relacionadas à SSL", acrescentou.

A empresa de investimentos disse que suas próprias investigações internas sugerem que um ex-funcionário estava por trás da suposta fraude, acrescentando que "encaminhou o assunto para as autoridades policiais pertinentes".

A conta de Bolt no fundo de investimento era destinada a servir de aposentadoria para o ex-atleta e seus pais, segundo informou o advogado.

Bolt se aposentou do atletismo em 2017 depois de ganhar 11 medalhas de ouro em campeonatos mundiais e 8 medalhas de ouro em Jogos Olímpicos.

Em Pequim 2008, o jamaicano bateu os recordes mundiais dos 100 e 200 metros.

Seu tempo de 9,572 segundos nos 100 metros continua sendo o recorde mundial.

- Este texto foi publicado em https://www.bbcbrasil.com/portuguese/internacional-64343733