Como Calleri e Gabriel Neves podem se encaixar no esquema do São Paulo

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O São Paulo fechou, na última segunda-feira (30), a contratação do atacante Jonathan Calleri e do volante Gabriel Neves. Com as duas chegadas, o time deve melhorar o patamar do elenco e corrigir algumas deficiências que o plantel possui. Os dois devem encaixar bem no time de Crespo, embora não possuam vagas garantidas no time titular.


CONFIRA A TABELA ATUALIZADA E SIMULE OS JOGOS DO BRASILEIRÃO DE 2021!

O encaixe de Calleri é, além de mais 'simples', mais provável. A posição do centroavante foi, na temporada, uma das mais carentes do clube, que contou apenas com Pablo em muitas partidas.

Com o camisa 9 deixando a desejar em diversas ocasiões e rendendo críticas. O reforço para a função não é muito diferente em característica, sendo, também, um jogador de menos mobilidade, mais focado na finalização quando tem a bola na pequena área.

A diferença principal é a qualidade técnica de Calleri, que vem de passagens pelo futebol europeu e tem ótimo posicionamento. O fator psicológico também pesa muito, pois o argentino chega nos braços do torcedor, enquanto Pablo é alvo de críticas recorrentes.

Ao lado de Rigoni em uma provável dupla de ataque, Calleri seria responsável por finalizar as jogadas e ser o homem gol da equipe, buscando infiltrações nas costas da defesa e fazendo uma dupla argentina.

Um bom concorrente para o Calleri é Luciano, que voltou de lesão recentemente e foi dupla de ataque ao lado de Rigoni na última partida, contra o Juventude. Artilheiro do último Brasileirão, Luciano deve se firmar como centroavante da equipe, pois, caso mudasse de função, Crespo precisaria tirar Rigoni da posição onde está jogando muito bem.

Quanto ao volante Gabriel Neves, a titularidade não é tão provável quanto a de Calleri. O uruguaio disputa posição com Luan e até mesmo Liziero, jogadores que fazem boa temporada e são peças fundamentais do time titular. O maior benefício da contratação de Neves, porém, é que agora Luan terá um reserva, não sendo o único 'primeiro volante' do time.

Jogador canhoto, de bom passe e capaz de controlar a cadência da equipe, Gabriel Neves é uma opção menos defensiva para a posição e pode dar mais oportunidades para que Crespo adapte a equipe dependo das circunstâncias.

Em jogos onde a equipe precisa de maior criação ofensiva, Neves pode ser o titular no lugar de Luan, mas, em jogos com maior necessidade de proteger o trio de zaga, o brasileiro deve ser o dono da vaga.

É possível (e provável), que o São Paulo seja escalado com os dois jogadores entre os titulares. Recentemente, Nestor e Liziero compõe o meio de campo da equipe, o que dá a oportunidade para que Neves tome a vaga de um dos dois, assumindo um papel mais criativo no meio de campo.

Com isso, é possível afirmar que os reforços são mais importantes para dar a Hernán Crespo mais alternativas e possibilitar mais reposições no elenco, não ficando refém de possíveis problemas físicos dos atletas. Aumentam a qualidade do plantel num geral.

Neves e Calleri brigam por vagas no titular e terão mais de uma semana para trabalharem com Crespo e serem devidamente encaixados no esquema, embora tenham bons concorrentes para ficarem no onze inicial.

Um diagnóstico do que o treinador fará com os novos contratados será mais preciso no dia 12 de setembro, quando o Tricolor voltará a jogar após a data FIFA e enfrentará o Fluminense, pela 20ª rodada do Brasileirão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos