Como andam as negociações do Flamengo com emissoras de TV

Yahoo Esportes
Arrascaeta comemora gol contra o Bangu, em jogo sem qualquer transmissão de TV (Alexandre Vidal/Flamengo)
Arrascaeta comemora gol contra o Bangu, em jogo sem qualquer transmissão de TV (Alexandre Vidal/Flamengo)

O Flamengo não se manifesta de forma pública, mas tenta nos bastidores, desde a semana passada, encontrar uma emissora de TV que pague aquilo que ele pede para transmitir seus jogos do Campeonato Carioca como mandante - tal brecha foi criada a partir de uma medida provisória assinada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, na última quinta-feira.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Mas é possível dizer que o Fla tem encontrado mais dificuldades do que imaginava. As conversas com a Record, por exemplo, já foram encerradas. A emissora entende que a instabilidade jurídica da medida provisória pode fazer o acordo se transformar em um problema - a Globo assegura que o Fla não pode vender os direitos do Carioca, porque a MP surgiu em meio ao torneio.

Leia também:

Já a RedeTV afirma que não há tempo hábil para juntar anunciantes que banquem a operação. O Fla certamente cobra bem mais do que R$ 1 milhão por jogo. Vale a lembrança de que a oferta da Globo era de R$ 17,5 milhões por 17 jogos do estadual. O Rubro-Negro pedia R$ 80 milhões.

O SBT, maior concorrente da Globo, poderia ser o grande caminho, porém o canal de Silvio Santos tem apostado cada vez menos na programação esportiva. Além de não transmitir jogos de futebol ou outras modalidades, até o quadro de informações esportivas dentro dos programas jornalísticos é reduzido.

Por fim, a Band vive uma de suas piores crises financeiras. Foram feitas recentemente dezenas de demissões de funcionários na TV, na rádio e na internet.

Carta na manga: Se nenhuma das negociações com as emissoras de TV aberta prosperar, o Fla ainda pode recorrer às TVs fechadas, a empresas de streaming ou exibir seus jogos na FlaTV, canal oficial do clube no YouTube. Essa última alternativa certamente renderia muitos milhões de visualizações, além de bastante dinheiro com a doação dos torcedores.

Na partida contra o Bangu, na última quinta, a FlaTV não pôde exibir imagens ao vivo do jogo, mas mostrou replay dos lances com alguns minutos de atraso e ficou com sua câmera fixa nos bancos de reservas dos dois times. Em boa parte do duelo, a audiência superou as 500 mil visualizações.

Veja mais de Jorge Nicola no Yahoo Esportes

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também