Comissão nega apelo e mantém resultado de primeira luta entre Caubói e Means

Caubói e Means se ironizaram na hora da encarada oficial - Tobias Bunnenberg

No último sábado (11), Alex ‘Caubói’ e Tim Means colocaram ponto final em uma história que começou em dezembro do ano passado, quando os dois se enfrentaram no UFC 207 e a luta terminou sem resultado. O motivo para que o duelo terminasse sem vencedor foi uma joelhada ilegal aplicada pelo americano que impossibilitou o brasileiro de continuar atuando. Mas o desfecho dessa história só aconteceu de fato na última terça-feira (14).

Depois que a equipe de Alex Oliveira apelou do ‘No Contest’ e pediu para que o resultado fosse alterado para vitória do brasileiro por golpe ilegal do oponente, a Comissão Atlética de Nevada decidiu por negar a ação e manter a luta como sem resultado. A informação foi obtida pelo site ‘MMA Junkie’.

“A decisão da luta permanecerá o mesmo e a comissão não levará o assunto para a audiência”, afirmou Bob Bennett, diretor executivo da NAC, em carta direcionada a Alex Davis, empresário de Caubói.

Com essa decisão, Means não foi desclassificado e o duelo seguiu sendo considerado como sem resultado. O americano havia admitido que a joelhada ilegal foi intencional, o que faria base para a alteração do resultado. Mas a Comissão entendeu que o atleta não havia compreendido direito a regra.

Na segunda luta entre os dois, Caubói finalizou Means no segundo round.