Comissão justifica exceção concedida a Cormier para pesar duas vezes

Foi bem tensa a pesagem oficial do UFC 210, ocorrida nesta sexta-feira (7) em Buffalo, Nova York (EUA). Tudo porque Daniel Cormier, campeão dos meio-pesados (93 kg) do Ultimate e principal atração do card, teve enorme dificuldade para bater o peso e foi obrigado a subir na balança duas vezes.

Acontece que pesar duas vezes em uma pesagem oficial não é permitido na grande maioria dos casos e isso causou estranheza para todos que estavam presentes no local. Por conta disso, Tony Giardina, diretor-executivo da Comissão Atlética de Nova York foi até a sala onde a imprensa estava para esclarecer dúvidas.

Segundo o dirigente falou em entrevista ao ‘MMA Fighting’, de acordo com as normas do órgão, “existe uma política que permite duas horas extras para fazer peso se eles estão mais pesados em lutas que são válidas pelo cinturão. Apenas em lutas pelo cinturão”.

Quando questionado pela ‘ESPN’ sobre o fato de que Cormier havia segurado na toalha em sua segunda subida na balança, Giardina negou o fato. Após ser avisado de que existiam gravações comprovando isso, o dirigente se limitou a dizer que “Cormier bateu o peso”.