'Cometeu falhas que não se pode cometer', disse Mano Menezes em revés do Bahia

Futebol Latino
·2 minuto de leitura


A derrota do Bahia por 3 a 1 na Vila Belmiro contra o Santos nesse domingo (1) teve como grandes problemas falhas individuais cometidas por nomes da defesa, entendeu o técnico Mano Menezes na coletiva depois da partida.

Apesar disso, a avaliação é de que o time fez uma partida boa no contexto geral. Também pensando na sequência da temporada, Mano avaliou que manter esse ritmo de atuação (com as devidas correções no aproveitamento das chances criadas) irá aproximar o Esquadrão de resultados melhores na temporada:

- Não acho que tomamos gols por falha no sistema defensivo. Tomamos gol por falhas individuais, de jogadores que jogavam no sistema defensivo. É uma coisa diferente. Penso que o Bahia fez um bom jogo. Quando se perde, sempre é muito difícil o treinador vir aqui e falar, diante do seu torcedor, que o Bahia fez um bom jogo. Mas o Bahia criou oportunidades, desperdiçou gols, chutou duas bolas no poste, teve chances para sair daqui, com a qualidade do jogo que jogou, com um resultado diferente.

- Cometeu falhas que não se pode cometer. Isso tem nos custado resultados importantes. Tem sido uma tônica, temos batido em cima disso. Tomamos um gol que não podíamos ter tomado, já na Sul-Americana. Isso nos custou uma derrota. Mas acredito que, se a equipe jogar, na quinta-feira, voltar a jogar o que jogou hoje, e ajustando essas falhas, vamos passar na Sul-Americana e, depois, voltar a vencer no Campeonato Brasileiro - agregou.

O técnico da equipe de Salvador também falou sobre a chance da equipe ir ao mercado em busca de novas peças como sendo algo em andamento, porém não sendo "muleta" para a sequência do trabalho que tem procurar, justamente, suprir as carências com o que já tem à disposição:

- Eu sairia daqui de Santos mais preocupado se a gente não tivesse jogado nada, tivesse feito um péssimo jogo, estaríamos aqui reclamando de outras coisas ou apontando para outros caminhos que não fossem as soluções que temos dentro do elenco. Não quer dizer que não estamos procurando os reforços. Mas não pode ser qualquer reforço. Porque não seriam reforços. Como o próprio nome diz, tem que acrescentar ao grupo que está aí, e é isso que estamos tentando fazer.