Comentaristas reclamam de pênalti não marcado em Marinho

LANCE!
·2 minuto de leitura


Depois do empate sem gols entre Santos e Boca Juniors pelo primeiro jogo da semifinal da Libertadores, alguns jornalistas se posicionaram contra a decisão da arbitragem de não dar o pênalti em cima do atacante santista Marinho no segundo tempo.

> Confira a tabela da Libertadores 2020 e simule os resultados

O comentarista dos canais Globo e ex-atacante Caio Ribeiro falou que o Santos foi "assaltado" na Bombonera. Para o comentarista, o Peixe foi prejudicado pelo VAR e só saiu com o empate por causa dessa decisão.

- Empate meio amargo porque a disputa está em aberto pelo fato de não ter feito gol. E não fez gol porque é um absurdo o VAR e o juiz não marcarem o pênalti no Marinho. De novo contra o Boca, de novo prejudicando um time brasileiro. Assaltaram o Santos ontem na Bombonera - comentou o ex-atleta.

Já o comentarista da FOX Sports e do Grupo Disney Fabio Sormani falou, durante o SportCenter, que esse tipo de lance são para "prejudicar os brasileiros" na Libertadores. Sormani ainda completou que assim ele "também ganha seis Libertadores".

- Foi pênalti. O que mais chama a atenção é que tem o VAR. Se fosse no momento do jogo, o árbitro com a visão encoberta, tem um atenuante, tudo bem - a gente se revolta, mas entende. Com o VAR não tem o menor cabimento. Olha isso, o cara vai no corpo do Marinho. Ele abre a perna. É uma vergonha. Como não se marca um pênalti desse com o VAR? - Concluiu o comentarista.

E o apresentador da ESPN Brasil e do Grupo Disney Leo Bertozzi também falou contra a decisão. Para ele, a não marcação foi diretamente influenciada pela atuação do Assistente do VAR (AVAR) que, nos áudios divulgados nesta quinta (07), é o primeiro a dizer que Marinho se joga no lance.

- No momento do contato ele se apressa em falar "se deixou cair, se deixou cair". Como é que ele teve aquela certeza naquele momento? E dali em diante, me parece que todo o viés de confirmação parte dele. Então, você tem primeiro ele se colocando quase como subordinado do seu assistente, tanto é que no final ele fala: "lance de futebol", e, num primeiro momento, ele comenta que há um contato e pede para colocar uma imagem melhor na tela - concluiu Bertozzi.

O Santos volta a enfrentar o Boca Juniors na próxima quarta-feira (13) pelo jogo de volta da semifinal da Libertadores. Antes disso, o Peixe pega o São Paulo no próximo Domingo (10).