Comentarista da ESPN sugere mudança de nome do Santos em homenagem ao Rei Pelé


O comentarista Eugênio Leal sugeriu grandes homenagens do futebol mundial para o Rei Pelé, que morreu na última quinta-feira. Durante cobertura de velório realizado na Vila Belmiro, pela ESPN, o comentarista avaliou as homenagens recentes e ressaltou a importância de grandes mudanças, vindas não só de federações, mas dos próprios clubes. Para o Santos, por exemplo, Leal pensou na mudança de nome do clube para "Santos Pelé", além de outras formas de eternizar o nome do camisa 10.

- Recentemente, houve a polêmica de uma tentativa de trocar o nome do Maracanã de Mário Filho para Rei Pelé... por que não? Uma homenagem na taça da Copa do Mundo, a Fifa poderia pensar em alguma coisa nesse sentido para registrar esse momento - avaliou.

+ Veja curiosidades da trajetória de Pelé, o maior jogador da história

Pelé é considerado o maior jogador da história do esporte. Com 1282 gols, ele é o maior goleador da história da Seleção Brasileira - possui 77 gols, assim como Neymar - e o grande ídolo do Santos Futebol Clube.

- Estou vendo muita gente falar, contar história, mas todo mundo com o pé atrás quando ase fala em avançar nas homenagens do Pelé para eternizar o nome dele de alguma forma. (...) É preciso algo muito grande para marcar a eternização do nome do Pelé - ressaltou Eugênio Leal.

Na chegada ao velório, o presidente da Fifa Gianni Infantino comentou que quer ver estádios com o nome de Pelé em todos os países do planeta. De acordo com o jornalista, é um avanço nas homenagens, mas espera ver ações mais potentes no Brasil, sobretudo do Santos, que colocou uma coroa em homenagem ao Rei do Futebol em cima do seu escudo.

- Como o Santos vai eternizar isso? "Ah, colocar uma coroa na camisa" eu acho muito pouco. O Pelé é muito grande para todos ficarem com um pé atrás. É preciso que se tome uma atitude maior para eternizar o nome dele além das memórias - finalizou o jornalista.

eugenio leal
eugenio leal

Eugênio Leal é comentarista da ESPN (Foto: Reprodução)

Realizado desde 10h desta segunda-feira, o velório está sendo realizado na Vila Belmiro, estádio do Santos, e durará cerca de 24h. Em seguida, o caixão de Pelé será levado para o Memorial Necrópole Ecumênico, onde será enterrado. A cerimônia final será reservada para familiares e amigos próximos.