Comemoração do Barcelona pode custar caro aos cofres do clube

A Comissão de Controle, Ética e Disciplina da UEFA resolverá neste próximo dia 23 de março o resultado do inquérito aberto depois da partida de volta, das oitavas de final da Liga dos Campeões, entre o Barcelona e Paris Saint-Germain. Na ocasião, o clube blaugrana deverá ser multado por não ter impedido a invasão de campo dos torcedores ao final o confronto. Outros três times da Champions também passarão por julgamento.

Leia mais: 

Uefa estuda punições para árbitro de Barcelona x PSG

Sarkozy vai ao Camp Nou e provoca torcedores gritando “Hala Madrid”

A Uefa acusou o Barcelona de se enquadrar no artigo 16-2 de seu regulamento, em não evitar os torcedores que saltassem dentro no campo ao final do confronto, jogado no dia 8 de março, que marcou a remontada espanhola sobre o time francês. A equipe do trio MSN precisava vencer com cinco gols de diferença e fechou o placar em 6 a 1, no último minuto do jogo.

No mesmo dia, a Uefa decidirá a sentença de outros clubes que também ultrapassaram às normas durante confrontos da Liga dos Campeões. No jogo entre Napoli e Real Madrid, em que os madrilenhos saíram vitoriosos com um placar de 3 a 1, o time italiano deverá ser punido por alguns acontecimentos.

O Napoli será enquadrado no artigo 16-2d, por conta de atitudes incoerentes da torcida, que utilizou ponteiros lasers, atirou objetos no gramado e manejou de sinalizadores, artigo 16-2c.

O jogo entre o Arsenal e Bayern de Munique também causou problemas para a instituição. Na goleada do time alemão sobre o inglês, por 5 a 1, a equipe da Premier League será processada por não ter impedido sua torcida de invadir o campo, enquanto o Bayern passará por um julgamento por conta de seus adeptos terem atirado objetos nos jogadores adversários.