Com volta de Jô, Corinthians repete ação de repatriar ídolos do clube


Com a confirmação da contratação de Jô, o Corinthians mantém a sina de trazer de volta jogadores que tiveram uma boa passagem pelo clube em sua primeira experiência com a camisa do Timão.

O atacante, que terá sua terceira passagem pelo clube, é o exemplo mais recente. Revelado nas categorias de base do Timão, Jô deixou a equipe em 2005, após 118 jogos e 18 gols e dois títulos: Paulista de 2003 e Brasileiro de 2005. Retornou em 2017 depois de uma temporada no futebol chinês e fez 25 gols em 64 jogos, ganhando Paulista e Brasileiro daquela temporada. Agora, assinou contrato até 2023.

Gil, Fagner e Sdcley são exemplos desses jogadores que ainda estão no elenco. O camisa quatro fez 183 partidas e sete gols entre as temporadas de 2013 e 2016., vencendo um Paulista, uma Recopa e um Brasileiro. Retornou no ano passado para comandar o sistema defensivo da equipe, que não vinha em boa fase sob o comando de Fabio Carille.




Fagner teve uma primeira passagem sem brilho no Corinthians. Realizou somente sete jogos antes de ser vendido ao PSV, da Holanda. Retornou ao clube em 2014 e hoje é um dos líderes do elenco, com 342 jogos, oito gols marcados e cinco títulos conquistados: Brasileirão (2015 e 2017) e Paulistão (2017, 2018 e 2019).

Há ainda três jogadores que voltaram ao Corinthians recentemente, mas já saíram do clube: Ralf, Jadson e Vagner Love. O volante voltou com status de titular e ídolo, mas acabou sendo dispensado pelo clube com a chegada de Tiago Nunes, assim como o meia Jadson. O ex-camisa cinco realizou 85 jogos e foi bicampeão paulista (2018 e 2019), enquanto o ex-camisa dez fez 143 jogos, 25 gols e venceu Brasileirão e três Paulistas (2017,2018 e 2019).

Já Love viveu altos e baixos em seu retorno ao Timão, quando fez 71 jogos e treze gols. Rescindiu o contrato amigavelmente com a diretoria e está livre no mercado.





Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também