Com volta aos estúdios, SportsCenter cresce em audiência e marca nova fase da ESPN

LANCE!
·2 minuto de leitura


Tradicional programa da ESPN Brasil e principal franquia do jornalismo da emissora em todo o mundo, o "SportsCenter" ganhou novo estúdio no último mês de fevereiro e viu sua audiência disparar nas faixas da manhã e da noite, períodos em que o programa voltou a ser realizado de maneira presencial.

> Confira a tabela atualizada da Copa do Brasil e simule os resultados

A nova casa do "SportsCenter" contribuiu para que o programa ampliasse a audiência em 40% na edição das 10h e 90% na edição das 20h no público alvo do canal segundo dados do Kantar Ibope. Além do novo e tecnológico estúdio que conta com um megatelão de 500 polegadas, o programa ganhou novos apresentadores, figurino e passou a adotar um novo formato de conteúdo, apresentando maior interatividade com convidados remotos e interação com o público nas redes sociais.

A edição das 10h da manhã é apresentada por Bruno Vicari e Mariana Spinelli com comentários de Eugênio Leal e Mário Marra. Na faixa noturna, às 20h, Eduardo Elias e Marcela Rafael comandam a atração que conta com as análises de Gustavo Zupak e, vez ou outra, a participação de ex-jogadores que integram o time de comentaristas da casa, como Fábio Luciano e o recém-contratado Diego Lugano.

Além das edições fixas na grade, o "SportsCenter" também tem sido parte da programação da ESPN Brasil como formato de pré e pós-jogo de partidas do futebol internacional, como nos casos de confrontos da Libertadores da América, Premier League, LaLiga e outros campeonatos exibidos por ESPN e Fox Sports que passaram a compartilhar direitos de transmissão e profissionais do jornalismo desde a fusão no último ano.

Preocupados com a segurança de toda a equipe, os canais esportivos da Disney têm operado de maneira predominantemente remota, realizando apenas o "SportsCenter" de forma presencial e ainda com equipe reduzida. Profissionais acima dos 60 anos ou que apresentem qualquer situação de risco, não participarão de atividades presenciais e seguirão trabalhando de casa em programas e transmissões até a chegada das vacinas, sem previsão de retorno aos estúdios.