Com venda de Scarpa, Palmeiras pode se aproximar de R$ 90 mi em saídas

Thiago Ferri
LANCE!
Com negociação interrompida, Gustavo Scarpa deve voltar a trabalhar com o elenco (Cesar Greco/Agência Palmeiras)
Com negociação interrompida, Gustavo Scarpa deve voltar a trabalhar com o elenco (Cesar Greco/Agência Palmeiras)

Gustavo Scarpa nem foi relacionado para a estreia do Palmeiras na Florida Cup, pois está em negociação com o Almería, da Espanha. Caso a expectativa se confirme e a transferência aconteça, o Verdão irá se aproximar dos R$ 90 milhões em vendas de jogadores neste começo de 2020.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM
SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

A conversa com o Almería ocorre desde o fim de 2019, mas o negócio voltou a esquentar só depois da ida para a Flórida (EUA). Os espanhóis oferecem 7 milhões de euros (R$ 32,6 milhões), além de 30% do lucro em cima deste valor em uma transação futura. A quantia agrada ao Verdão, que pagou 6 milhões de euros (R$ 24 milhões na época) para trazer o meia, em 2018.

Leia também:

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio


- Existe uma proposta pelo Gustavo Scarpa. Seria irresponsável colocar (no jogo de quarta) ter uma lesão e uma venda ser cancelada. Tirei ele do coletivo e deixei fora. Não resolvendo a situação, ele volta para dentro do processo - justificou Vanderlei Luxemburgo.

Matheus Fernandes, que também ficou fora do jogo contra o Atlético Nacional (COL), tem negociação muito bem encaminhada para o Barcelona (ESP). O time espanhol vai pagar agora 7 milhões de euros (R$ 32,6 milhões) pelo volante de 21 anos de idade - o Botafogo tem direito a 700 mil euros (R$ 3,2 milhões). O Barça ainda pagará mais 4 milhões de euros (R$ 18,6 milhões), caso o jogador atinja metas estabelecidas em contrato.

Antes destes dois, Artur já havia sido vendido por 6 milhões de euros (R$ 27 milhões) ao Red Bull Bragantino, e Carlos Eduardo foi emprestado por três anos ao Athletico, que adquiriu 20% de seus direitos econômicos por 1,2 milhão de dólares (R$ 4,8 milhões).

Somando as saídas de Artur, Matheus e Carlos Eduardo, descontando fatias de terceiros, o Palmeiras conseguiu pouco mais de R$ 56 milhões e praticamente igualou a previsão de receita com negociações de atletas em todo 2020. No orçamento da temporada, esperava-se obter R$ 60 milhões em saídas ao longo do ano.

Se com Scarpa a quantia se aproxima dos R$ 90 milhões, o número pode ficar perto dos R$ 100 milhões com a saída de Deyverson. O Verdão busca vender o centroavante, que está fora dos planos de Vanderlei Luxemburgo e nem viajou para a Florida Cup.

Diminuir os gastos com o departamento de futebol e fazer caixa depois de passar boa parte de 2019 com déficit eram diretrizes para esta pré-temporada do Palmeiras. Tanto que o clube até o momento não anunciou reforços e só vai intensificar a procura por novos atletas agora, depois de enxugar o elenco.

VEJA OS DADOS DAS VENDAS DE 2020:

Artur vendido para o Red Bull Bragantino:
Valor total: 6 milhões de euros (R$ 27 milhões)
- 1 milhão de euros (R$ 4,6 milhões) será repassado ao Ceará
- Valor que resta ao Palmeiras: R$ 22,4 milhões

Carlos Eduardo emprestado ao Athletico:
Valor: 1,2 milhão de dólares (R$ 4,8 milhões) - 100% do Palmeiras

Matheus Fernandes vendido para o Barcelona:
Valor total: 7 milhões de euros (R$ 32,6 milhões)
- 700 mil euros será repassado ao Botafogo (R$ 3,2 milhões)
- Valor que resta ao Palmeiras: R$ 29,4 milhões

Gustavo Scarpa, em negociação com o Almería:
Valor total: 7 milhões de euros (R$ 32,6 milhões) - 100% do Palmeiras, caso a transferência se concretize

TOTAL PARA O PALMEIRAS: R$ 56,6 milhões sem Gustavo Scarpa, e R$ 89,2 milhões com a saída do meia

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também