Com vínculo estendido, contrato anterior de Zé Rafael não previa cláusula de renovação por metas

·1 minuto de leitura


O Palmeiras renovou o contrato de Zé Rafael na última quinta-feira e estendeu o vínculo por mais um ano. A validade atual vai até o final de 2024. Diferentemente do que foi noticiado anteriormente, tal extensão não estava prevista no acordo feito na chegada do atleta ao clube, em 2019. Os bônus contemplavam metas anuais e não citava renovação.

Segundo apuração do NOSSO PALESTRA, o contrato anterior previa bônus por metas a cada ano e o atleta, por ter participação ativa entre os titulares desde a chegada, atingiu os objetivos nos dois primeiros anos do vínculo. Assim, o clube optou por oferecer uma readequação de contrato com início imediato, prazo maior e sem os valores adicionais anteriores. O novo acordo prevê recompensas, mas em menor escala.

A negociação com Zé Rafael faz parte de um planejamento da direção de futebol do Palmeiras e, recentemente, os contratos de Rony e Raphael Veiga também foram renovados. O camisa 8 tem 120 partidas com a camisa palmeirense e 14 gols marcados. São 17 partidas e dois gols marcados na atual temporada.

Enquanto a diretoria trabalha para estender os vínculos de atletas, precisa resolver, em breve, as situações de jogadores em fim de contrato. Os de Willian, Felipe Melo e Jailson têm validade até o final de 2021. A extensão do atacante é um dos pedidos de Abel Ferreira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos