Com ultrapassagem na linha de chegada, Gaetano di Mauro garante oitavo lugar para a Shell em Goiânia

·5 minuto de leitura

Numa prova marcada por um acidente com seis carros na primeira volta em Goiânia, Gaetano di Mauro terminou em oitavo lugar na corrida única válida pela décima etapa da temporada da Stock Car 2020.

O piloto do carro #11 ganhou a posição passando Rubens Barrichello praticamente na linha de chegada, e cruzou a linha de chegada 0s083 à frente. Átila Abreu completou a prova em 16º, enquanto Galid Osman e Ricardo Zonta, que foram acertados no acidente do começo, abandonaram.

Leia também:

Stock Car: Ricardo Maurício celebra vitória em Goiânia após estratégia "arriscada" Stock: Ricardo Maurício domina após parada e vence corrida de sábado em Goiânia Stock: Gui Salas é pole para corrida do sábado em Goiânia

O sábado começou com a classificação, e, a exemplo do que aconteceu nos treinos livres de sexta-feira, Gaetano e Galid se destacaram e ficaram com a quarta e oitava posições no grid, com Zonta em 17º lugar e Átila na 19ª colocação.

Após uma largada limpa, Di Mauro passou em quinto no fim da primeira volta, e Átila ganhou sete posições. No entanto, Zonta e Galid foram envolvidos num acidente com outros competidores - o paranaense abandonou, e Osman caiu para o fim do pelotão após entrar nos boxes. O safety car foi acionado imediatamente.

A relargada foi dada no início da sexta volta, duas antes da abertura da janela de pit stops. Di Mauro fez logo a parada, enquanto Abreu permaneceu o máximo possivel na pista. Com todos os pilotos tendo feito o pit obrigatório, o piloto do carro #11 ficou em sexto, enquanto o sorocabano passou a ocupar o 17º lugar, logo à frente de Galid.

Nas voltas finais, Gaetano chegou a cair para nono, mas recuperou uma posição ao superar Rubens Barrichello usando o último disparo do botão de ultrapassagem praticamente em cima da linha de chegada - apenas 0s083 separaram os dois. Átila ainda ganhou uma posição no fim e cruzou em 16º, enquanto Osman abandonou.

Di Mauro coloca a prova do sábado como um bom começo para o fim de semana, mas quer lutar ao máximo pódio e vitória no domingo.

"Foi bom, começamos bem o fim de semana. Amanhã ainda tem duas corridas, mas começar como hoje, com uma boa classificação e andando na frente, é muito positivo. Estamos trabalhando o máximo para ver os probleminhas que tivemos, um pouquinho de coisa no freio como na última corrida".

"Mas estamos cada vez mais próximos de estar ali na frente, em velocidade já estamos próximos. É buscar o máximo para tentar o pódio e a vitória."

Apesar da boa largada, saindo de 19º para 11º, Átila classificou a corrida como difícil por não ter boa performance após a relargada.

"Foi uma corrida difícil. Larguei em 19º, consegui fazer uma largada muito boa e pular para 11º, escapei dos acidentes. Mas depois que relargou do safety car, já não tinha performance. Já comecei a ficar, tomava muito de reta em relação aos outros carros, e o equilíbrio não era tão bom".

"Então, tinha um ritmo pior, não conseguia atacar e comecei mais a me defender. Na janela, tentamos trocar o pneu interno, não precisava abastecer por causa do safety para tentar ganhar alguma posição, e a porca voou, perdi mais de seis segundos. Voltei lá para trás, troquei a roda interna para ganhar vantagem e acabei caindo".

"Como não tinha ritmo, não consegui me recuperar. Foi uma corrida na qual pouco consegui fazer, pela diferença de motor em relação aos outros. Um carro difícil de guiar, uma corrida de desempenho bem fraco. Vamos tentar algo diferente para que amanhã seja um bom dia."

Já Galid quer focar no domingo, acreditando ter um bom carro em mãos para largar nas primeiras posições novamente.

"Tínhamos tudo para fazer uma boa corrida, estávamos num ritmo rápido em todos os treinos. Mas na primeira volta, o Denis Navarro tentou passar três ao mesmo tempo, deu no meio do meu carro na Curva Zero".

"Isso acabou com o meu carro, que ficou todo torto, e não conseguimos terminar a corrida. Amanhã vamos fazer tudo de novo, temos um bom carro para largar na frente de novo".

Zonta, que chegou a Goiânia como vice-líder, sai da décima etapa em quinto lugar na classificação. O piloto espera bons resultados com menos lastro no carro.

"Infelizmente ficamos no acidente da primeira volta. Não tive o que fazer, acabei acertado, e o carro ficou bastante danificado. Amanhã tem mais duas corridas e, com menos lastro de performance do que hoje, ainda poderemos somar bons pontos para o campeonato e chegar à última etapa ainda com chances de disputar o título".

"Nosso carro tem sido bom em corrida o ano inteiro, e sei que teremos performance para fazer bons pontos para a Shell."

Os pilotos da Shell voltam à pista neste domingo, às 9h, para a disputa de mais uma classificação, válida pela 11ª etapa. A largada da corrida 1 será às 11h, e a segunda prova (com grid invertido entre os dez primeiros da anterior) terá início às 11h55.

Os quatro pilotos da Shell participam da votação do Fan Push, um disparo adicional do botão de ultrapassagem na segunda corrida de domingo. A votação segue no site oficial (stockcar.com.br) até a largada da 11ª etapa. O SporTV 2 transmite a classificação e as duas corridas.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1, MotoGP e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Rubinho relata emoção com filhos nas 500 Milhas de Kart e Motorsport.com estreia bem com o 11° lugar

Podcast #076 – Hamilton x Schumacher: a comparação entre os campeões da F1

Your browser does not support the audio element.