Com surto de Covid-19, Palmeiras reencontra Goiás em situação oposta à do primeiro turno

LANCE!/NOSSO PALESTRA
·1 minuto de leitura


O Palmeiras terá 21 desfalques – a maioria devido à Covid-19 – para a partida contra o Goiás, válida pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro, marcada para este sábado (21). A delicada situação vivida pela equipe paulista é, ironicamente, semelhante à vivida pelo Esmeraldino no começo do torneio, há cerca de três meses.

O Brasileirão teve início no dia 08 de agosto e o Verdão não disputou a primeira partida da competição, contra o Vasco – que ainda não tem data marcada para ocorrer – dado que iria jogar a final do Campeonato Paulista, contra o Corinthians, no dia 09. O Goiás também não entrou em campo na primeira rodada da Série A, pois, horas antes do embate contra o São Paulo, a equipe sofreu com um surto da Covid-19, que impossibilitou a realização da partida.

Na terceira rodada do Brasileirão, os dois Alviverdes se enfrentaram e, na ocasião, a equipe do centro-oeste brasileiro contava com 12 desfalques devido à Covid-19 e dois causados por lesões. O Goiás, mesmo utilizando uma equipe majoritariamente alternativa, conseguiu empatar em 1 a 1 com o maior campeão nacional em pleno Allianz Parque.

Neste sábado, porém, as situações se inverteram. O Palmeiras é quem, agora, sofre com o coronavírus, que impedirá 17 atletas de estarem em campo. Além disso, outros quatro jogadores não estarão à disposição de Abel Ferreira: o suspenso Zé Rafael e os lesionados Wesley, Luan Silva e Felipe Melo.

Sem diversos titulares, o Verdão busca a sua quinta vitória consecutiva na competição, enquanto o Esmeraldino tenta pontuar para sair da última colocação. A partida terá início às 21h e será transmitida pelo canal Premiere (pay-per-view).