Com surto de Covid-19, Athletico-PR desafia River Plate na Libertadores

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A derrota para o Peñarol (URU), de virada, no fechamento da fase de grupos da Copa Libertadores, teve seu custo ao Athletico-PR. A equipe acabou perdendo a liderança da chave, avançou em segundo lugar e encontrará o River Plate (ARG) nas oitavas. O jogo de ida será às 19h15 (de Brasília) desta terça-feira (24). Finalista das duas últimas edições da Libertadores, o time argentino tem novamente mostrado qualidade no torneio em 2020. Nem a longa parada no futebol de seu país tirou dos trilhos a formação dirigida por Marcelo Gallardo, que eliminou o São Paulo no Grupo D. “Sabemos das dificuldades. Mas sabemos também que, se passarmos pelo River, vamos olhar lá para cima. Se você elimina um dos principais candidatos ao título, o moral se eleva, a confiança sobe. Vai ser muito difícil”, previu o técnico Paulo Autuori. O desafio será ainda maior devido ao surto de Covid-19 pelo qual o Athletico passa. Desde a última semana, foram identificados nove casos entre jogadores. A lista tem os goleiros Santos e Jandrei, assim, Autuori terá de escalar Bento, terceira opção para a posição. Apesar do favoritismo, Gallardo também procurou mostrar respeito pelo adversário, dizendo que o Athletico “é uma equipe difícil em sua casa”. O duelo terá sua primeira perna na Arena da Baixada e será decidido em Avellaneda, na próxima semana. Estádio: Arena da Baixada, em Curitiba (PR) Horário: 19h15 (de Brasília) desta terça-feira (24) Árbitro: Andres Rojas (COL) Transmissão: Conmebol TV