Com superávit, Conselho Fiscal do Vasco aprova proposta orçamentária para 2023


O Conselho Fiscal do Vasco aprovou, com ressalvas, a proposta orçamentária para 2023. Com as devidas projeções, o resultado previsto no orçamento é um superávit de R$ 320.447. Para este ano, o clube terá uma receita de R$ 13.956.430 e uma despesa de R$ 13.635.983.

+ Barbieri precisa corrigir fundamento no time do Vasco para clássico contra o Flamengo

A ressalva feita é justamente em cima dos repasses de custos de ingressos com descontos aos sócios estatutários. O valor projetado para 2023 foi em cima do número de sócios estatutários que adquirem ingressos multiplicado por R$ 20 por mês.

O Conselho do Vasco entende que a base de cálculo seria dada pelo número total de sócios estatutários da base atual. Independente da aquisição ou não pelo sócio do ingresso das partidas. Com isso, foi recomendada a revisão do dispositivo contratual para que seja explicado com clareza, se a base de sócios a ser considerada é apenas a dos que adquirem o ingressos.

+ Com um remanescente entre os titulares, Vasco busca revanche contra o Flamengo em nova semifinal

Dentro do orçamento consta que o Vasco receberá R$ 1,012 milhão ao ano pelo aluguel de São Januário. Por outro lado, não constam as despesas que recaem sobre o Complexo. Isso porque tudo será custeado pela SAF. Outro ponto importante é o Colégio Vasco da Gama, que é integralmente bancado pela SAF. Toda a movimentação financeira deve ser feita pelo clube e a Sociedade Anônima do Futebol fará um reembolso.

As projeções referentes ao pagamento de dívidas com o Regime Centralizado de Execuções (RCE) não foram enviadas ao Conselho Fiscal. Mas deverão ser acompanhadas de perto no decorrer do ano, assim como os demais compromissos ligados ao relacionamento com a Vasco SAF. O Conselho também ressalta que é importante que a Diretoria Administrativa acompanhe o andamento da realização de haveres e deveres dos acionistas da Sociedade Anônima do Futebol, conforme está previsto no acordo.

Jorge Salgado - Vasco
Jorge Salgado - Vasco

Jorge Salgado está no último ano de mandato como presidente do Vasco (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

CONFIRA O ORGANOGRAMA DO ORÇAMENTO DO VASCO:

- Conselho Deliberativo
Receita: -
Gastos R$ 7.000

- Conselho Fiscal
Receita: -
Gastos R$ 31.200

- Presidência da Diretoria Administrativa
Receita: -
Gastos: R$ 1.113.412

- Conselho de Beneméritos
Receita: -
Gastos: -

- Assembleia Geral
Receita: -
Gastos: -

- História e Responsabilidade Social
Receita: R$ 2.954.165
Gastos: R$ 2.948.289
Resultado: 5.876

- Comunicação
Receitas: R$ 3.999.120
Gastos: R$ 1.265.970
Resultado: R$ 2.733.150

- Jurídico
Receita: -
Gastos: R$ 1.012.000
Resultado: - R$ 1.012.000

- Esportes Olímpicos e Paralímpicos
Receitas: R$ 4.111.592
Gastos: R$ 5.444.184
Resultado: - R$ 1.332.592

- Marketing e Novos Negócios
Receita: R$ 1.666.992
Gastos: R$ 259.594
Resultado: R$ 1.407.398

- Financeiro e Administrativo
Receita: R$ 1.224.560
Gastos: R$ 1.554.333
Resultado: - R$ 329.773

- Total
Receitas: R$ 13.956.430
Gastos: R$ 13.635.983
Resultado: R$ 320.447