Com status de promessa, Milán, novo reforço do São Paulo, recebeu poucas chances como profissional

·2 minuto de leitura


Nesta sexta-feira (21), o São Paulo fechou a contratação do atacante uruguaio Facundo Milán, de 20 anos. O centroavante joga atualmente pelo Defensor Sporting, do Uruguai e fará parte do elenco sub-20 do Tricolor. A transferência já foi confirmada no site oficial dos dois clubes.


SÃO PAULO PERTO DE CONTRATAR O ARGENTINO RIGONI! VEJA OS DETALHES!

Em término de contrato, o jogador chega para reforçar a base do São Paulo e, possivelmente, agregar ao time profissional. O Tricolor pagará somente uma compensação ao Defensor para ficar com o atacante.

A diretoria são-paulina observa o atacante como uma grande promessa do futebol uruguaio e o atleta já foi, inclusive, alvo de comparações com Luis Suárez, atacante uruguaio astro do futebol mundial.

Mendo sendo considerado um dos jogadores de maior potencial na base, Milán sofre com a falta de oportunidades. No profissional do Defensor Sporting desde 2017, quando tinha 16 anos, o atleta ainda não decolou na carreira, embora ainda seja bastante jovem.

Um dos motivos que podem explicar seu desenvolvimento como atleta no profissional é a pouca quantidade de minutos pelo clube desde que subiu da base. Facundo estreou em 2017, marcando dois gols na estreia, mas desde então recebeu pouco tempo de jogo.

Segundo o jornalista uruguaio Nico Musetti, do portal La Voz del Tuerto, especializado no Defensor Sporting, o atacante jogou apenas 1390 minutos em três anos e sete meses pelo profissional, marcando somente sete gols. Na última temporada, o jogador entrou em campo nove vezes, marcando três gols.

Ainda de acordo com Musetti, o destaque do jogador é seu desempenho na base do clube, onde marcou um total de 130 gols em somente 113 jogos, tendo uma média de um gol a cada 70 minutos. É importante ressaltar que em quase metade dessas partidas o atacante foi capitão.

Milán recebeu o aval de Alex, treinador do sub-20 são-paulino, e Marcos Biassotto, diretor executivo da base tricolor. O seu time de criação, o Defensor Sporting é conhecido por revelar bons jogadores, como Diego Laxalt, Martín Cáceres, Maxi Gómez e o craque De Arrascaeta.

Mesmo que chegue para atuar primeiramente na base, Milán pode ser integrado ao profissional para resolver uma carência do clube, que vê necessidade em trazer um centroavante para a equipe principal.

Para o setor de criação e ataque, por exemplo, o Tricolor está perto de contratar o meia-atacante argentino Emiliano Rigoni, que deve assinar por três anos com o São Paulo.

* Sob supervisão de Marcio Monteiro

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos