Com Scheffer na piscina, Brasil fica em 8º no revezamento 4 x 200 m livre

·1 minuto de leitura
TÓQUIO,  JAPÃO - 27.07.2021 - Olimpíadas Tóquio 2020 - Natação 4° Dia - Fernando Scheffer do Brasil, conquista a medalha de bronze, na Final dos 200m livre masculino, nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, no Centro Aquático de Tóquio, nesta terça-feira 27. (Foto: Gian Mattia D'Alberto/LaPresse/DiaEsportivo/Folhapress)
TÓQUIO, JAPÃO - 27.07.2021 - Olimpíadas Tóquio 2020 - Natação 4° Dia - Fernando Scheffer do Brasil, conquista a medalha de bronze, na Final dos 200m livre masculino, nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, no Centro Aquático de Tóquio, nesta terça-feira 27. (Foto: Gian Mattia D'Alberto/LaPresse/DiaEsportivo/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A equipe brasileira terminou na oitava posição a final do revezamento 4 x 200 m livre da natação nas Olimpíadas de Tóquio-2020, disputada nesta quarta-feira (28), no Centro Aquático de Tóquio.

A prova era vista como uma possibilidade de medalha para o país, especialmente depois que Fernando Scheffer conseguiu o bronze nos 200 m livre na terça (27).

O Brasil se classificou com o oitavo e último tempo e apenas com Scheffer, que abriu o revezamento, chegou a mostrar algum potencial para subir ao pódio. Nos 600 metros restantes, Murilo Sartori, Altamir Melo e Breno Correia permaneceram entre a sexta e oitava colocação.

O tempo brasileiro, de 7min08s22, foi quase dez segundos maior que o da Grã-Bretanha, favorito na prova e medalha de ouro com 6min58s58. O Comitê Olímpico Russo levou a prata, enquanto a Austrália ficou com o bronze.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos