Com saída de jovens, zagueiros ‘trintões’ do Corinthians serão espinha dorsal da defesa

Gil e Balbuena atuaram três vezes juntos em 2023 (Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)


Com o empréstimo de Raul Gustavo ao Bahia e a iminente saída de Robert Renan ao Zenit, o Corinthians viu dois jovens zagueiros deixarem o clube em 2023. Para o início da nova temporada, Fernando Lázaro deve depositar suas fichas em Balbuena e Gil.

+ Confira quem sai, quem fica e as movimentações do Timão no mercado

Ambos possuem mais de 30 anos, mas pelo menos na última temporada, a idade não sinalizou nenhuma queda de rendimento. Quando os dois experientes zagueiros atuaram juntos, o clube alvinegro conquistou bons resultados.

+ Veja todas as movimentações do futebol brasileiro na nova ferramenta de mercado do LANCE!

Desde que o defensor paraguaio retornou ao Timão na metade de 2022, eles formaram a parceria pela primeira vez sob o comando de Vítor Pereira. A estreia deles como dupla foi no empate com o Avaí, por 1 a 1, pelo Brasileirão. Naquela ocasião, o atleta paraguaio anotou o gol de empate corintiano na Ressacada.

Eles disputaram mais nove jogos juntos como titulares, somando três vitórias, quatro empates e duas derrotas.

Vale ressaltar que Balbuena ocupa o quarto lugar na lista de defensores com mais gols pelo Corinthians na Neo Química Arena, com sete. Gil aparece em segundo lugar na lista, com nove gols, atrás apenas de Fábio Santos.

O zagueiro paraguaio de 31 anos está emprestado pelo Dínamo de Moscou até a metade do ano, e o presidente Duílio Monteiro Alves deixou claro que trata a permanência dele como prioridade para o Timão.

+ Veja tabela e simule os jogos do Paulistão 2023

Além de Gil e Balbuena, o Corinthians conta no elenco com os zagueiros Caetano e Bruno Méndez, ambos de 23 anos. Murillo, que disputa a Copa São Paulo de Futebol Júnior, é cotado para subir ao profissional e traçar caminho similar ao de Robert Renan na última temporada.