Com reservas, Flamengo vence o Botafogo no Nilton Santos e assume liderança da Taça Guanabara

Matheus Dantas
·3 minuto de leitura


Ainda atuando sem os principais nomes do elenco profissional, o Flamengo venceu o Botafogo nesta quarta, no Nilton Santos, e assumiu a liderança da Taça Guanabara. A vitória por 2 a 0 veio com mais um gol de Rodrigo Muniz - artilheiro do Carioca -, que entrou no lugar do Pedro ainda no primeiro tempo, e outro de Hugo Moura, já nos minutos finais do clássico no Nilton Santos.

O Flamengo demonstrou estar mesmo em outro patamar em relação ao rival, que, em início de trabalho com o técnico Marcelo Chamusca, ainda precisa de ajustes. Apesar de alguns sustos na etapa final, o Rubro-Negro teve o controle da partida no Nilton Santos, mas também desperdiçou várias oportunidades.

No próximo sábado, às 21h05, o Flamengo visita o Boavista. O Botafogo, por sua vez, enfrenta o Nova Iguaçu, também como visitante, no domingo, às 18h. As duas partidas pelo Estadual serão em Bacaxá, no Estádio Elcyr Resende.

> Confira a tabela e a classificação completa do Campeonato Carioca!

DOMÍNIO RUBRO-NEGRO AMPLO NA ETAPA INICIAL

A bola esteve nos pés alvinegros nos primeiros cinco minutos de jogo, mas a tranquilidade do Botafogo acabou por aí. De maneira natural, o Flamengo, com reservas, assumiu o controle das ações ofensivas e passou a atuar no campo do rival, pressionando imediatamente após perder a bola e, assim, evitando os contra-ataques. As chances de gol, contudo, demoraram um pouco a aparecer

A primeira foi ao 20 minutos, com Rodrigo Muniz chutando por cima da meta após subida de Matheuzinho. O atacante entrou aos 10 minutos, substituindo Pedro, com dores, e deu continuidade à ótima fase. Aos 23, a zaga do Botafogo não conseguiu afastar e Benevenuto perdeu no corpo para o atacante, que tocou na saída do goleiro Douglas Borges, fazendo seu quinto gol no Carioca.

A superioridade do Flamengo ficou ainda mais visível a partir do gol, apesar do primeiro tempo ter terminado com a vantagem mínima, Michael, que teve boa atuação, obrigou Douglas Borges a fazer duas boas defesas. Se o Botafogo não finalizou nenhuma vez, o Rubro-Negro chutou nove vezes antes do intervalo.

A presença de Zé Welison na entrada da área, com bons desarmes, foi, ao lado da atuação de Douglas Borges, o que salvou o Botafogo. Assim, Chamusca não perdeu tempo e voltou para o segundo tempo com duas mudanças. Entraram Ronald e Felipe Ferreira. Aos 13, nova alteração, com Kayque entrando no jogo.

O Fla ainda teve chances de ampliar, com João Gomes acertando o travessão e parando em Douglas Borges, antes dos três minutos. Depois, dando maior intensidade à marcação, dificultando a saída de bola rival, o Botafogo entrou no jogo, ameaçando o adversário nas bolas paradas. Na melhor chance, Hugo defendeu o chute de Babi e Renê, no carrinho, evitou o gol em cima da linha.

Em um desses momentos de "abafa", Léo Pereira encontrou bom passe para Muniz, que foi puxado por Kanu. Pelo contra-ataque interrompido, o zagueiro recebeu o segundo cartão amarelo e o Botafogo, aos 20 minutos, passou a ter um a menos. Assim, o time de Maurício Souza recuperou o controle do jogo, apesar da entrega do Botafogo. Já aos 40 minutos, em mais uma boa jogada de Matheuzinho pela direita, Hugo Moura recebeu na entrada da área e, em chute forte, conseguiu, enfim, vencer Douglas Borges, selando a vitória do Flamengo.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 0X2 FLAMENGO

Estádio:
Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ).
Data e hora: 24 de março de 2021, às 21h35.
Árbitro: Mauricio Machado Coelho Júnior.
Assistentes: Luiz Cláudio Regazone e Silbert Faria Sisquim.

Gols: Rodrigo Muniz (0-1, 23'/1ºT) e Hugo Moura (0-2, 40'/2ºT)

Cartão amarelo: Kanu (BOT); Matheuzinho, Léo Pereira, Hugo Moura, Rodrigo Muniz (FLA)
Cartão vermelho: Kanu (BOT)

BOTAFOGO (Técnico: Marcelo Chamusca)

Douglas Borges; Jonathan, Benevenuto, Kanu e Paulo Victor; Zé Welison, Rickson (Ronald, Intervalo) e Matheus Frizzo (Kayque, 13'/2ºT); Warley (Gilvan, 32'/2ºT), Marcinho (Felipe Ferreira, Intervalo) e Matheus Babi (Navarro, 31'/2ºT).

FLAMENGO (Técnico: Maurício Souza)

Hugo Souza; Matheuzinho (João Lucas, 41'/2ºT), Bruno Viana, Léo Pereira e Renê; Hugo Moura, João Gomes (Richard Rios, 41'/2ºT) e Pepê (Thiaguinho, 25'/2ºT; Vitinho (Max, 41'/2ºT), Michael e Pedro (Rodrigo Muniz, 10'/1ºT).​