Com recorde de exportação em Minas Gerais, agronegócio oferece apoio ao futebol brasileiro

Cruzeiro é um dos beneficiados (STAFF IMAGES / CRUZEIRO)


Apenas nos oito primeiros meses de 2022, o agronegócio mineiro já tinha atingido 98% do valor de exportações conquistado em todo o ano passado. Com crescimento de 11% em relação a 2021, o Valor Bruto da Produção ainda deve chegar a R$137,7 bilhões. No âmbito esportivo, o futebol mineiro tem sido beneficiado pelo setor, que investe no Cruzeiro Esporte Clube por meio da GIROAgro e da Saudali Alimentos.

+ Veja os times do coração dos governadores eleitos no Brasil

Em quarto lugar entre os estados brasileiros, Minas Gerais apresenta 11,4% do VPB nacional e contou com a valorização do café e da soja como aliado para atingir marcas históricas. Em média, até o oitavo mês do ano, o café obteve 66% de alta em comparação com o mesmo período de 2021. Além disso, a safra recorde da soja deve alcançar 7,6 milhões de toneladas.

- Os recordes nos mostram que estamos no caminho certo e o investimento no futebol reforça a expressividade e a relevância do agronegócio brasileiro. Para a GIROAgro, patrocinar esta paixão e conectá-la ao Agro nos faz acreditar que somos capazes de conquistar o número 1 no Brasil, no ramo de fertilizantes líquidos - destaca o CEO da GIROAgro Leonardo Sodré.

+ Cruzeiro pode 'dar o troco', e rebaixar o CSA para a Série C do Campeonato Brasileiro

Além do sucesso apresentado no segundo estado mais populoso do país, o agronegócio tem atingido números históricos em todo território nacional. Em agosto, o Brasil exportou US$ 14,8 bilhões em produtos relacionados ao setor, de acordo com dados divulgados pelo Ministério da Agricultura. Em relação ao mesmo período do ano anterior, o crescimento é de 36,4%.

Empresas do Agro, hoje, investem em diversos clubes do futebol brasileiro e assim contribuem para o fortalecimento da principal paixão nacional, o futebol. O agro, que aporta verba em times de diferentes tamanhos e divisões, também apoia campeonatos. O Brasileirão, por exemplo, competição de maior prestígio dentro do país conta com a GIROAgro como patrocinadora oficial.

- A GIROAgro quis conectar o agronegócio e o futebol para incentivar a paixão pelo agro brasileiro, uma vez que o Brasil é hoje o maior exportador de soja do mundo e o 4º maior produtor mundial de grãos, ajudando assim a produzir alimentos para o Brasil e para o mundo. A estratégia de patrocinar o Brasileirão foi gerar valor para a relação, para a marca e para nossos clientes - afirma Leonardo Sodré.

+ Ronaldo confirma presença em 'jogo da taça' do Cruzeiro na Série B

No cenário brasileiro, times expressivos, como Athletico (Copacol), Atlético-GO (Cristal Alimentos), Chapecoense (Aurora), Cuiabá (Agro Amazônia), Ituano (Pantera Alimentos), Juventude (New Holland Agriculture), Novorizontino (Açúcar Santa Isabel), Santos (Kicaldo), entre outros, contam com a força do agronegócio como aliado para pagar contas e reforçar seus elencos.