Com propostas, Romário se vê bem fisicamente e pronto para retomada


Se existe alguém que está lidando bem com o tempo sem futebol por conta do Coronavírus, esse alguém é o atacante Romário. Além de cuidar da sua família em quarentena, o jogador ex-River é só dedicação aos treinamentos. O resultado de tanto foco foi a perda de mais cinco quilos e o ganho de força, resistência e potência nos músculos.

Analisando propostas desde que acertou sua saída do time piauiense, o atacante não nega a ansiedade para definir seu futuro. A pressa, no entanto, não é algo a ser considerado nesse momento.

- Fico feliz em ver que clubes estão procurando o meu empresário para contar com meu futebol. Isso é resultado do bom desempenho que tive no River, mesmo em pouco tempo. Temos analisado com muita atenção todas as possibilidades. A ansiedade para definir o meu futuro é grande, mas a gente também sabe que precisamos ter calma, ainda mais nesse momento difícil que o futebol vive. Existem diversas questões a serem observadas - contou.

A passagem pelo River-PI, por sua vez, anima Romário. Pelo time piauiense, começou entrando no decorrer dos jogos e logo ganhou a titularidade após marcar três gols nas suas cinco primeiras aparições, momento técnico que o jogador acredita que pode render até o final da temporada.

- Apesar de tudo que está acontecendo, o ano de 2020 vinha sendo bom para mim. Tive oportunidades no River e pude corresponder com gols, assistências e boas atuações em jogos importantes, mesmo com o calendário sobrecarregado que tivemos até a parada do futebol. Isso me motiva muito! Treino todos os dias pensando em manter esse bom momento. Estou bem fisicamente, sinto que vivo um bom momento técnico e espero manter isso quando o futebol for retomado - projetou.







Estar sem clube, inclusive, não significa estar sem acompanhamento. Para seguir fazendo um trabalho produtivo para o seu corpo, Romário conta com a ajuda de um preparador físico particular. De acordo com o atacante, estar no mesmo nível físico do elenco do seu futuro clube não será problema.

- Eu sigo treinando forte, assim como venho fazendo desde o início da pandemia. Tenho um preparador físico de minha confiança me ajudando e sinto estou em um bom nível. Perdi peso, ganhei potência, agilidade. Estou dando o meu máximo, pois sei da importância de estar pronto - adiantou.

Mesmo animado para voltar aos gramados, Romário chama atenção para a necessidade de tudo ser feito com muita responsabilidade.

= Eu estou motivado, mas bate uma saudade grande dos treinos e dos jogos. Espero que o Brasil avance cada vez mais na luta contra o Coronavírus para que a gente possa voltar a jogar futebol em segurança. A ansiedade existe, mas sei que tudo precisa ser feito com cuidado e sem colocar a vida das pessoas em risco - alertou.







Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também