Com portões fechados nas primeiras provas, F1 espera ter fãs nos GPs novamente a partir de setembro

Adam Cooper
motorsport.com

Na terça, a Fórmula 1 anunciou a primeira parte do novo calendário da temporada 2020, com oito provas europeias em seis países que serão disputadas entre julho e o início de setembro. A categoria divulgou também as normas de segurança que serão adotadas ao longo da temporada, incluindo a realização das corridas com portões fechados. Porém, a F1 já tem uma previsão inicial de quando espera ter fãs novamente nos GPs.

O CEO da F1, Chase Carey, diz esperar que quando a categoria comece a realizar suas provas fora da Europa, a partir da segunda metade de setembro, já seja possível permitir novamente a presença dos fãs nos eventos.

Leia também:

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

F1 não tem pressa para definir futuro de GP do Brasil e outras corridasHamilton diz que ficou "dominado pela raiva" por eventos ocorridos nos EUAF1 encara "novo normal" com reabertura das fábricas das equipes

"Os fãs são muito importantes", disse Carey em uma entrevista conduzida pela F1. "De muitos modos, nós precisamos dos fãs. Então adoraríamos tê-los nos eventos. Mas reconhecemos as medidas de segurança e os riscos que ainda existem, e precisamos lidar com isso".

"Gostaríamos de ter os fãs o mais rápido possível, e acho que poderemos fazer isso para assegurar a segurança de todos os envolvidos com o esporte. Falamos sobre o objetivo de ter fãs novamente na primavera. Pode não ser com arquibancadas lotadas, mas com um número limitado".

"Então acredito que o objetivo é poder incluir os fãs. Mas é um objetivo realista fazer isso apenas quando acharmos que será seguro para todos".

Carey acredita que julho é o momento ideal para reiniciar a temporada 2020, apesar das restrições ainda ativas em vários países.

"Acreditamos que há uma vontade de boa parte do mundo de retomar a vida normal. Queremos fazer isso de modo seguro. Certamente, não estamos sozinhos, outras modalidades estão voltando, algumas sociedades estão reabrindo".

Exclusivo: Bernoldi revela que 'escondeu' coma para não perder chance de ir para a F1

PODCAST: A Williams tem salvação?

Your browser does not support the audio element.

Leia também