Com ou sem Maraca, Fla garante que não vai abandonar ideia de estádio próprio

O Flamengo está convicto de que partirá para a construção de um estádio próprio, independentemente do Maracanã. O presidente do clube, Eduardo Bandeira de Mello, garante que o clube não abandonou a ideia de ter a tão sonhada "casa própria". O tamanho e a capacidade desta estrutura, porém, vão depender das negociações pelo Templo do Futebol.

- Não vamos abandonar o projeto de estádio próprio seja com Maracanã ou sem ele. A capacidade do estádio é que vai variar dependendo da conclusão desta novela. Se não tivermos o Maracanã, teremos necessariamente que partir para a solução de um estádio de médio para grande porte no Rio de Janeiro. Pode ser na própria Gávea ou outras condições que estamos avaliando - disse o mandatário rubro-negro em entrevista ao Esporte Interativo.

O Flamengo estreitou os laços com a Prefeitura do Rio e mantém aceso o sonho de construir um estádio para até 20 mil pessoas na Gávea. A estrutura, de acordo com o presidente Eduardo Bandeira de Mello, seria uma sucessora da Arena da Ilha, que está em fase final de obras e vai atender o Rubro-Negro, pelo menos, pelos próximos três anos.

- Se o Flamengo tiver a possibilidade de ter o Maracanã em longo prazo, em condições satisfatórias, a ideia seria que pudéssemos ter um estádio pequeno na Gávea, seria o sucessor do estádio da Ilha. Um estádio pra jogos com até 20 mil torcedores, poderia abrigar jogos da categoria de base e até outro tipo de atração - explicou Bandeira ao Esporte Interativo.

Atualmente, o Flamengo estuda também a opção de construir um estádio em Niterói. Especula-se que a estrutura poderia ser erguida próximo ao Caminho Niemeyer.







E MAIS: