Com ou sem Luxa? Técnico aguarda planejamento do Vasco para 2020

Felippe Rocha
LANCE!
Vasco ainda tem quatro jogos pela frente no Brasileirão (Foto: Delmiro Junior/Photo Premium)
Vasco ainda tem quatro jogos pela frente no Brasileirão (Foto: Delmiro Junior/Photo Premium)


O empate com gosto de derrota para o Goiás praticamente minou as chances de o Vasco continuar sonhando com uma vaga na próxima Copa Libertadores. Mas as chances de rebaixamento, apesar das discussões nos bastidores envolvendo uma possível irregularidade de Clayton, giram em torno de 1%. O técnico Vanderlei Luxemburgo já não acredita mais que o time cairá. Logo, o Cruz-Maltino começa a pensar no futuro. Ou deveria.

TABELA
> Confira a classificação e o simulador do Brasileiro clicando aqui




De acordo com o treinador, conversas já aconteceram no sentido das necessidades da equipe para a temporada, mesmo se não for ele o comandante no ano que vem. Só que ele mesmo entende que as possibilidades e objetivos precisam ser postos no papel, claramente.

- Independentemente de eu renovar com o Vasco ou não, o Vasco tem que pensar no ano que vem. Quando eu cheguei, falei que a permanência era obrigação porque mudar de patamar é preciso. É fundamental que tenha planejamento. Não a questão de renovar, mas apresentar um projeto para a próxima temporada. Orçamento, onde queremos chegar... não adianta renovar comigo e "como vai ser?" - declarou o treinador, após o jogo desta segunda-feira. E completou:

- Tem que botar com calma em cima do que pode fazer. "Isso pode, isso não pode." Tem que montar um projeto para a gente saber o que teremos no ano que vem. Eu sentar é outra coisa. Tem a iniciativa do Vasco. Ainda não foi apresentado - revelou.

O futuro do Vasco pode passar ou não por Vanderlei Luxemburgo. Mas passa, certamente, pelos próximos capítulos da história de Clayton, pela confirmação da vaga na Copa Sul-Americana e pela estabilização financeira do clube.








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também