Com orçamento recorde, hotel no CT e Libertadores, Fortaleza mira temporada histórica

Torcida do Leão (Karim Georges/Fortaleza)


Depois de passar oito anos seguidos na Série C do Campeonato Brasileiro, o Fortaleza deu saltos importantes nas últimas temporadas. Após deixar a terceirona, chegou na segunda divisão em 2018 e conquistou o título nacional logo de cara. Na elite, disputará a quinta temporada consecutiva, com classificações inéditas para a Copa Sul-Americana e Libertadores. As boas campanhas também se estendem para a Copa do Brasil, Nordestão e estadual, torneio em que busca um impactante pentacampeonato consecutivo.

Diante dessas conquistas, o clube cresceu de patamar no futebol brasileiro, realizou diversas melhorias estruturais e o orçamento anual de 2023 vai superar a marca dos R$ 200 milhões, recorde na história do Leão e valor quatro vezes maior do que quando conquistou o acesso para a Série A. Desde então, o CT Ribamar Bezerra também se transformou com a construção de um hotel, novos vestiários, gramados e espaços administrativos. Neste período, o quadro de colaboradores foi duplicado, chegando a marca de 300 funcionários.

>Acompanhe a movimentação do mercado da bola

No banco de reservas, o técnico Juan Pablo Vojvoda inicia o terceiro ano de trabalho. Neste sábado (14), às 16h, no Estádio Presidente Vargas, a estreia na temporada é contra o Iguatu, pela primeira rodada do Campeonato Cearense. Já na semana seguinte, em casa, começa a trajetória na Copa do Nordeste, contra o Campinense-PB. Na Libertadores, o ‘Laion’ está na segunda fase da competição e enfrenta o Deportivo Maldonado-URU, em partida que acontecerá no fim do mês de fevereiro, ainda pela fase eliminatória anterior aos grupos.

Um dos maiores aliados na fuga contra o rebaixamento do Brasileirão 2022, a torcida tricolor está cada vez mais próxima. Para a partida de estreia, os ingressos já estão esgotados. Não à toa, nas redes sociais, o presidente Marcelo Paz fez um pronunciamento com um desafio para os torcedores: alcançar a marca de 60 mil sócios-torcedores:

- O ano de 2022 foi muito especial, mas já passou e temos que jogar juntos. Estamos montando um time forte, extremamente competitivo para encarar os desafios que teremos pela frente, sempre com muita humildade e respeito aos adversários. O apoio da torcida é fundamental, podemos crescer ainda mais para ter uma Arena Castelão lotada com 60 mil sócios.

Atualmente, são pouco mais de 41 mil inscritos na plataforma. De acordo com o orçamento, o Fortaleza espera arrecadar mais de R$ 30 milhões com receitas no setor. Para o jogo de abertura do ano, mais de 87% ingressos foram vendidos para os associados.