Com novidades, Volta da França promete equilíbrio em 2020

Ciclismo de estrada: etapa começa em Nice e a tradicional chegada será em Paris (Foto: AFP)
Ciclismo de estrada: etapa começa em Nice e a tradicional chegada será em Paris (Foto: AFP)


A organização da Volta da França divulgou os nomes das 22 equipes que vão participar da maior competição do ciclismo de estrada mundial em 2020. Além dos 19 times que compõe o UCI World Tour, também haverá três convidadas do UCI ProTeam – segundo nível do ciclismo – e que prometem dar trabalho.

A competição será realizada entre os dias 27 de junho e 19 de julho, com largada na cidade costeira de Nice, no Riviera Francesa, e a tradicional chegada na Avenida Champs-Élysées, em Paris.

Uma das grandes novidades do ano fica por conta da Israel Start-Up Nation e que conseguiu subir de “divisão” da UCI ProTeam para o World Tour. Com isso, os israelenses ganharam direito de disputar as principais competições do calendário sem precisar de convites. Os principais nomes são do irlandês Daniel Martin, que ganha mais uma chance como capitão, e do alemão e velocista André Greipel.

Tradicional convidada da disputa, a equipe Cofidis ficou conhecida pela combatividade de seus atletas e também foi promovida ao Volta ao Mundo. Os franceses contam com o sprinter italiano Elia Viviani para ganhar várias etapas neste ano.

Entre os times convidados estão a Total Direct Energie, que terminou 2019 na liderança do ranking ProTeam, além da B&B Hotels-Vital Concept e da Arkéa-Samsic, que conta com um elenco de respeito para uma equipe de segundo nível.

Campeão do Giro da Itália e da Volta da Espanha, o colombiano Nairo Quintana deixou a Movistar e assinou com a Arkéa e terá como principal escudeiro o francês Warren Barguil, que já venceu etapas e foi o rei da montanha do Tour em 2017. Para o sprint, a aposta do time é no francês Nacer Bouhanni que deixou a Cofidis com a chegada de Viviani.

Na temporada passada, o colombiano Egan Bernal foi o mais jovem ciclista campeão nos últimos 80 anos e o primeiro sul-americano a ficar no lugar mais alto do pódio. O tempo final de Bernal foi de 82h57m00s. Thomas foi o segundo e o holandês Steven Krijswick, o terceiro.

A ETAPA

Já no dia 5 de julho acontece o L’Étape Championship, onde atletas amadores que se classificaram nos L’Étapes do Tour pelo mundo inteiro poderão competir entre si no mesmo percurso de uma das etapas que os profissionais também irão disputar neste ano em Nice.

Na versão brasileira, que ocorreu em 29 de setembro, em Campos do Jordão (SP), os ciclistas amadores que ficaram entre os 20% melhores tempos de sua categoria de idade já garantiram vaga. Os vencedores de cada categoria serão coroados após uma intensa batalha de 177 km, com uma subida total de 3570m pelo interior da cidade francesa.

















Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também