Com Neymar expulso, Barcelona perde para o Málaga e se distancia do Real

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Em um jogo que Neymar foi expulso no 2º tempo, o Barcelona perdeu a grande chance de assumir a liderança do Campeonato Espanhol. Para isso bastava vencer o Málaga fora de casa, mas o time catalão perdeu por 2 a 0.

Com isso, ficou com 69 pontos, três a menos que o líder Real Madrid, que empatou com o Atlético de Madrid neste sábado. O time merengue tem um jogo a menos, que será disputado contra o Celta.

No primeiro tempo, o Barcelona foi pouco criativo e só teve uma grande chance de gol, aos 14min, mas Kameni fez grande defesa em chute de Luis Suárez. Depois, aos 31min, o Málaga fez gol em um contra-ataque, finalizado com sucesso por Sandro Ramírez.

No segundo tempo, o Barcelona melhorou e ameaçava empatar até que aconteceu a expulsão de Neymar. Isso facilitou a estratégia do Málaga, que era simplesmente recuar e segurar o resultado.

O time catalão ainda levou algum perigo, teve um pênalti não marcado pelo juiz, mas acabou levando gol aos 45min do 2º tempo, após gol de Jony.

O Barcelona poderá reclamar de um pênalti não marcado em Sergi Roberto. Dois jogadores do Málaga derrubaram o jogador dentro da área, mas o juiz entendeu que o lance aconteceu fora, por isso só marcou falta.

No 1º tempo, o goleiro Ter Stegen já mostrou como o Barcelona estava desajustado. Em uma saída de bola simples, ele tentou dar um chutão, mas colocou a bola nos pés de Recio, do Málaga. Ele tentou chutar de primeira para o gol, mas mandou a bola para fora

EXPULSÃO

O brasileiro levou um cartão amarelo estranho no 1º tempo. Quando Sandro ia cobrar falta para o Málaga, ele parou na frente da bola para amarrar o cadarço. O juiz entendeu que ele estava tentando atrasar a cobrança, então advertiu o brasileiro. Até Lionel Messi foi reclamar do lance.

O segundo cartão amarelo aconteceu aos 20min do 2º tempo, quando Neymar foi disputar uma bola na linha de fundo, levantou o braço e acertou o rosto de Camacho. A agressão gerou o segundo amarelo e a consequente expulsão.

Foi a quinta vez na carreira que Neymar levou cartão vermelho. Foram três vezes pelo Santos, uma pela Seleção Brasileira e agora a primeira pelo Barça.