Com números melhores que Gómez e Luan, Renan comenta ascensão meteórica no Palmeiras

·3 minuto de leitura


O zagueiro Renan, de apenas 19 anos, vive grande fase no Palmeira e foi importante para a classificação do time à final da Libertadores. Na temporada, a Cria da Academia apresenta números defensivos superiores aos de Gustavo Gómez e Luan, titulares na equipe.

Conforme o SofaScore, entre os atletas do plantel alviverde, Renan lidera os quesitos desarmes (71), interceptações (66) e partidas sem sofrer gols (16). Além disso, está em segundo em ações defensivas totais, em vitórias em disputas aéreas e, em terceiro, quanto a recuperações de bola.

– Graças a Deus, os números são bons. Mas sabemos que o futebol é muito dinâmico, e por isso não podemos deixar o ritmo cair. Conquistamos a classificação, mas agora já temos uma sequência de jogos importantes pelo Brasileiro – comentou o jogador sobre as marcas ao UOL.

Promovido ao profissional pela primeira vez há menos de um ano, o jovem passou por ascensão meteórica até se tornar postulante a titular no Verdão. Depois de um período de alternância entre a base e o time principal, o zagueiro foi fixado no elenco profissional, de fato, nesta temporada.

– Apesar de trabalhar desde as categorias de base menores para chegar ao profissional e disputar os títulos, as coisas aconteceram de uma forma muito rápida pra mim. Nosso trabalho durante o ano foi focado em chegar até aqui, então temos que seguir com muito foco – afirmou.

Embora talentoso, Renan tem a árdua tarefa de disputar posição com uma dupla de zaga bastante consolidada no Palmeiras. Gustavo Gómez, considerado um dos melhores zagueiros da América, é titular incontestável. Luan, por sua vez, apesar das críticas, segue firme como o principal parceiro do paraguaio.

Ainda assim, ocasionalmente os três jogam juntos, como foi o caso da escalação do jogo de volta da semifinal da Libertadores contra o Atlético-MG com três zagueiros. Em outras oportunidades, o jovem também é escalado por Abel Ferreira como lateral improvisado.

– Você fica um pouco nervoso pela grandeza do jogo, mas os companheiros passam muita confiança e segurança. Me ajudam bastante. O Luan é um jogador mais técnico, e o Gomez de muita raça – ponderou sobre o duelo decisivo pela copa e sobre a parceria com os jogadores, em entrevista à TV Palmeiras.

Ainda sobre os demais jogadores do sistema defensivo, Renan destacou a experiência deles como fato fundamental de aprendizado. Além disso, ressaltou novamente a tranquilidade passada por eles para garantir mais confiança ao defensor nos momentos difíceis.

– São excelentes jogadores que tenho o prazer de atuar ao lado e aprender durante todos os dias. São exemplos de marcadores, muito experientes para esse tipo de jogos. Gustavo Gomez, Felipe Melo, Luan e todos aqueles que me passam força e experiência no dia a dia são meus espelhos para que eu possa evoluir diariamente. Sempre me passam bastante tranquilidade e isso ajuda na hora das partidas mais decisivas – concluiu ao UOL.

A depender da estratégia e esquema de jogo de Abel para o próximo compromisso do Palmeiras, a Cria da Academia pode voltar a figurar entre os onze iniciais. O Alviverde volta a campo às 18h30 (de Brasília) deste domingo (3) no Allianz Parque contra o Juventude, pela vigésima terceira rodada do Brasileirão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos