Com mistério, Jair tenta elevar o nível do elenco do Botafogo

Problemas físicos de Marcelo, Airton e Montillo aumentam a dor de cabeça do treinador para o duelo contra o Atlético Nacional, na Colômbia, e contra o Barcelona, no Equador

O Botafogo vai com os jogadores titulares contra o Volta Redonda, nesta quinta-feira, mas o técnico Jair Ventura não abre mão do mistério. A tendência é que o time estreie na Taça Rio com Gatito Fernández, Jonas, Carli, Marcelo e Victor Luís; Bruno Silva e Airton; Montillo, Camilo e Rodrigo Pimpão; Roger. Isso o LANCE! apurou, o treinador não diz. A ideia dele, com isso, é nivelar o elenco por cima.

- Um dos grandes motivos para eu não antecipar é o que eu ganho no dia-a-dia, pois todos acreditam que têm chance e os treinos são muitos bons. É meritocracia: quem estiver melhor vai jogar. Tem alguns que, nesse momento, eu vejo estarem melhor que os demais. Eu tenho que pensar para o Botafogo. Eles também entendem quem está em um melhor momento - explica Jair.

Assim, por vezes Jair surpreende. Matheus Fernandes já tirou vaga de jogadores mais experientes, Camilo já jogou mais recuado, Marcelo já atuou na lateral. Marcinho, quando esperavam que fosse opção, viajou, mas acabou não sendo relacionado para enfrentar o Olimpia (PAR).

O jogo de hoje para servir também como uma das últimas análises antes do envio da lista de inscritos para a Libertadores. Mais que isso, pode indicar confirmação de convicções ou alternativas para a equipe alvinegra no duelo de terça-feira, contra o Estudiantes (ARG).





E MAIS: