Com missões quase impossíveis, CSA e Bahia se enfrentam em Maceió

Folhapress

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após uma vitória sobre o Cruzeiro, no Mineirão, nesta quinta (28), o já quase rebaixado CSA recebe neste domingo (1º), às 18h, o Bahia, pela antepenúltima rodada do Campeonato Brasileiro.

Nesta reta final, os adversários têm missões quase impossíveis, embora matematicamente viáveis: o CSA tem chance de se manter na Série A e o Bahia ainda pode conseguir uma vaga na pré-Libertadores, embora as chances, em ambos os casos, sejam remotas.

Antes do início da rodada, o CSA, 18º colocado, tinha 32 pontos, contra 36 do Cruzeiro e 37 do Ceará.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Na madrugada desta sexta (29), após a vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, o técnico Argel Fucks anunciou, para surpresa de torcedores e até do próprio clube, que estava deixando o CSA e que havia acertado com o Ceará.

Em entrevista ao site Globoesporte.com, o presidente do CSA, Rafael Tenório, disse se sentir traído. Já Jacozinho, que assumirá como técnico interino, afirmou que foi pego de surpresa, mas se disse confiante para os próximos desafios.

O Bahia vive um momento de frustração. Após chegar próximo de uma vaga na Libertadores, o clube teve uma sequência de resultados ruins e agora, há nove jogos sem vencer no Brasileiro, vê como praticamente impossível a ida para o torneio continental.

Antes do início desta 36ª rodada, o tricolor baiano ocupava a 11ª colocação, com 45 pontos -seis a menos do que o Internacional, primeiro time na zona de classificação para a pré-Libertadores.

Neste domingo, o treinador Roger Machado não deve poder contar com Marco Antônio, que está machucado.

Já o CSA terá pelo menos dois desfalques: Jonatan Gómez cumpre suspensão por acúmulo de cartões amarelos e Naldo está machucado.

CSA

Jordi, Dawhan, Alan Costa, Luciano Castan e Rafinha; João Vítor e Nílton; Euller, Warley e Apodi; Ricardo Bueno. T.: Jacozinho (interino)

BAHIA

Douglas, João Pedro, Wânderson, Juninho e Moisés; Gregore; Arthur, Flávio, Lucca e Élber; Gilberto. T.: Roger Machado

Estádio: Rei Pelé, em Maceió

Horário: 18h

Juiz: Vinícius Furlan (SP)

Leia também