Com meio ainda em formação, Vasco vê bola parada como alternativa

Vasco e Altos-PI nunca se enfrentaram na história (Foto: RAFAEL RIBEIRO / VASCO)
Vasco e Altos-PI nunca se enfrentaram na história (Foto: RAFAEL RIBEIRO / VASCO)


O Vasco mostrou evolução mais uma vez na partida contra a Portuguesa, pela última rodada da Taça Guanabara, quando venceu por 3 a 2 em Bacaxá. No entanto, as dificuldades ainda são grandes, especialmente na criação. Se o meio de campo ainda está devendo, a saída tem sido nas bolas paradas. Pelo alto, o Cruz-Maltino construiu os dois primeiros gols, com o zagueiro Werley. Germán Cano fechou a conta do lado vascaíno.

Das 51 finalizações do Vasco no Campeonato Carioca, 10 foram a partir de cruzamentos, uma de lançamento e 11 de rebatidas. Nas bolas paradas, três chutes saíram de faltas e quatro de escanteios. O Cruz-Maltino é a equipe que mais chuta no Estadual (vale lembrar que o Flamengo, sem transmissão dos jogos, não entra nas estatísticas do "Footstats"). A maioria das tentativas acontece de longas distâncias, especialmente de 24 a 30 metros.

Dos gols de Werley, o primeiro saiu de um escanteio curto. Após a saída da bola feita por Henrique, Pikachu chegou para cruzar pela esquerda e colocou a bola na cabeça do defensor, que, livre, marcou. Depois, em mais um escanteio, desta vez pelo outro lado, o lateral-direito bateu direto na área, novamente no camisa 3, para ampliar o marcador.



No último jogo, levando em conta apenas as melhores oportunidades criadas, três chutes foram de fora da área (com Andrey e Marrony, duas vezes), três da grande área (inclusive o gol de Cano) e duas da pequena área (uma delas no gol mal anulado de Marrony). Os chutes de média e longa distância são também uma boa arma de uma equipe que ainda depende muito do talento individual para boas infiltrações.

- Mantivemos o aquilo que melhoramos na semana passada, que é a oportunidade de gol, a criação de jogadas para gols. Poderíamos ter liquidado em dez minutos no segundo tempo. Tivemos três chances claras e um gol muito mal anulado. Mas a verdade é que a equipe não está pronta. Vamos tentar fazer melhor. Precisamos fazer melhor - analisou Abel Braga após a partida.

Pensando nas bolas paradas e nos chutes de longa distância, o Vasco tem como principais jogadores Germán Cano, Marrony, Raul, Yago Pikachu e Andrey. Fredy Guarín, quando estrear, também ajudará, especialmente nas faltas.





Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também